Campeonato Suicida

O que é mais prejudicial : o alcoolismo ou o tabagismo?

(Elaine da Silva, Arapongas, PR)

O cigarro mata muito mais gente do que a bebida – segundo a Organização Mundial de Saúde, três milhões de mortes ao ano são provocadas pelo tabaco e 750 000 pelo álcool. Há duas razões principais para isso: fumar é um hábito muito mais disseminado e freqüente do que beber; e o tabagismo é apontado como causa de mais de 40 doenças cardíacas e respiratórias. A nicotina, responsável pela dependência química, é apenas uma das 4 700 substâncias presentes no cigarro – e, desse total, entre 40 e 60 são reconhecidamente cancerígenas. “O álcool apresenta-se como um flagelo mais dramático, porque está associado à desintegração familiar e a um grande número de mortes entre adultos jovens, em acidentes de trânsito ou atos de violência.

Isso faz parecer que é um vício mais perigoso, mas o cigarro mata, mais lentamente, um número bem maior de pessoas”, afirma o psiquiatra Montezuma Pimenta Ferreira, do Ambulatório de Tabagismo do Hospital das Clínicas de São Paulo. “O tabaco, na verdade, mata mais que todas as outras drogas juntas”, diz ele. Sem contar, é claro, que muitas vezes essas duas dependências químicas andam de mãos dadas.

publicidade

anuncie

Super 343 - Maomé - A face oculta do criador do Islã Ele fundou uma nação baseada em direitos trabalhistas e livre mercado. Tinha uma esposa que ganhava mais que ele e emancipou as mulheres. Conheça o verdadeiro homem por trás do Islamismo. Assine a Super Compre a Super

Superinteressante ed. 343
fevereiro/2015

Maomé - A face oculta do criador do Islã
Ele fundou uma nação baseada em direitos trabalhistas e livre mercado. Tinha uma esposa que ganhava mais que ele e emancipou as mulheres. Conheça o verdadeiro homem por trás do Islamismo.

- sumário da edição 343
- folheie a Superinteressante

Você está na área: Saúde

publicidade

anuncie