GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Serial killer está atacando ornitorrincos na Austrália

O assassino desconhecido está capturando os animais, decapitando-os e jogando-os dentro de um jardim botânico.

Autoridades do jardim botânico de Albury, na Austrália, deram o alerta e o mundo está em choque: um serial killer anda atacando – e decapitando – ornitorrincos. Três espécimes dos animaizinhos mais estranhos (e inofensivos) do mundo foram encontrados mortos desde março, e dois deles estavam sem as cabeças. 
 
Análises mostram que os ferimentos foram feitos por objetos pontiguados, e não por predadores naturais. “Nós e os veterinários acreditamos que não foi uma raposa que pegou os animais. Adoraríamos estar errados. Adoraríamos acreditar que um ser humano não faria uma coisa dessas. Mas acho que não estamos errados”, disse Hazel Cook, porta-voz do órgão público responsável pela proteção à vida selvagem, ao jornal The Guardian.
O ornitorrinco é o animal-símbolo do estado de Nova Gales do Sul, onde fica o parque, além de ser protegido por lei. Matar um dos mamíferos que botam ovos pode render uma multa de até R$ 34.000 ou seis meses de cadeia.
 
Mas ainda restam muitas dúvidas sobre quem anda fazendo as atrocidades. Principalmente, porque os animaizinhos não moram no jardim botânico. Alguém os capturou, matou e depois jogou seus corpos no parque. Qual seria o motivo para tanto trabalho? Ninguém sabe. E, se ele jogou os bichos no jardim botânico, é porque queria que fossem encontrados. Por que? Mistério. Também não se sabe como os ornitorrincos foram capturados, já que é uma espécie reclusa.