GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Não sabe se o casamento é uma boa ideia? A ciência aconselha: na dúvida, não se case

Da série “Coisas que você não sabia sobre o amor e relacionamentos

– Parte I: O amor duradouro é possível

– Parte II: Sexo pode fazer os homens se apegarem e desejarem relacionamento sério – inclusive com prostitutas

– Parte III: 5 conselhos errados que as revistas femininas dão sobre o amor

Se estiver naquela dúvida entre casar e comprar uma bicicleta, é melhor ficar com a segunda opção. Um estudo feito por psicólogos da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) sugere que ter dúvidas antes de se casar – especialmente se você for mulher – está associado a taxas elevadas de divórcio e menor satisfação marital anos mais tarde.

Os pesquisadores estudaram 232 casais americanos que haviam acabado de casar, aplicando questionários nos primeiros meses de casamento e, depois, a cada seis meses durante um período de quatro anos. A idade média dos maridos na época em que se casaram era de 27 anos e a média entre as mulheres era de 25.

Quando perguntados se haviam hesitado em se casar, 47% dos maridos e 38% das esposas disseram que sim. As mulheres eram menos propensas a dúvidas; no entanto, no caso delas isso teve um peso maior na previsão de problemas após o casamento.

Entre os 36% dos casais que não hesitaram em tomar a decisão de se casar, apenas 6% se divorciou em quatro anos. Quando só o marido tinha dúvidas, o índice de divórcio subiu para 10% e, quando só a esposa é que não estava muito certa sobre a decisão, o número saltava para 18%. Já nos casos em que ambos os parceiros tinham dúvidas, 20% dos casais se divorciaram.

Segundo os pesquisadores, a dúvida provou ser um fator decisivo, independentemente de fatores como o grau de satisfação dos cônjuges com seus relacionamentos, se os seus pais eram divorciados, se o casal vivia junto antes do casamento e das dificuldades enfrentadas durante o noivado.

“As pessoas pensam que todo mundo tem dúvidas antes de se casar e que você não deve se preocupar com elas”, diz Justin Lavner, autor principal do estudo, ao Medical Xpress. Mas não é bem assim: “Nós descobrimos que elas são comuns, mas não benignas. Esposas recém-casadas ​​que haviam hesitado em se casar eram 2,5 vezes mais propensas a se divorciar quatro anos mais tarde do que as mulheres sem essas dúvidas. E quem teve dúvidas, mas se manteve casado depois de quatro anos era significativamente menos satisfeito com o casamento do que os outros”, completa.

A lição que fica disso tudo, segundo Lavner, é: “Não ache que suas dúvidas a respeito da decisão de se casar irão embora com o tempo ou que o amor é o suficiente para dominar as suas preocupações”. O mais provável é que os problemas que provocam as dúvidas só aumentem. Mas isso não significa que o melhor é terminar o relacionamento. A solução é conversar com o parceiro e tentar resolver a situação antes do casamento.  “Você conhece a si mesmo, seu parceiro e seu relacionamento melhor do que qualquer um; se está se sentindo nervoso, preste atenção a isso. Vale a pena explorar o motivo do nervosismo”, disse ele.

 

(Via Medical Xpress)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s