Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Contando Ninguém Acredita Por Blog As notícias mais bizarras e surreais do mundo

Homem fica 47 dias sem fazer cocô para fugir da prisão

Por Lucas Massao Atualizado em 4 jul 2018, 20h33 - Publicado em 12 mar 2018, 18h32

No dia 17 de janeiro, o jovem Lamarr Chambers, de 24 anos, foi preso em Essex, na Inglaterra, após a polícia persegui-lo por possível posse de drogas. No dia 23 de fevereiro, segundo a BBC, Chambers quebrou a marca de 47 dias sem defecar, em uma suposta tentativa de esconder evidências. Dois homens vigiaram a cela 24 horas por dia, aguardando que o meliante revelasse os indícios criminosos por via anal.

Após 47 dias em custódia e sem fazer cocô, Chambers teve as acusações contra si descartadas pela promotoria local por “evidências insuficientes”. De acordo com a BBC, esse é o período mais longo da história em que alguém preso não “foi ao banheiro”. Após sair da cadeira na segunda-feira (5), o homem que será conhecido nos livros de história como Aquele que Recusou Ouvir os Chamados da Natureza (#sqn) foi encaminhado a um hospital. Em comunicado, a força policial disse que, durante o período encarcerado, Chambers recebeu água e comida e recusou qualquer tipo de tratamento médico.

Especialistas consultados para falar sobre o caso disseram que Chambers pode ter sofrido de impacto fecal, quando fezes ficam presas dentro do reto. Com isso, há chances de ocorrer uma obstrução no intestino ou até um bloqueio, impedindo que comida e líquidos sigam os movimentos naturais do sistema digestivo.

Além dos problemas de saúde, Chambers corre o risco de ter uma incontinência fecal a longo prazo, já que o esfíncter anal pode ficar danificado por segurar as fezes durante um período de tempo exagerado.

E aí, já fez cocô hoje?

  • Com Newsweek

    Continua após a publicidade
    Publicidade