Clique e assine com até 75% de desconto
Contando Ninguém Acredita Por Blog As notícias mais bizarras e surreais do mundo

Para evitar espionagem, Kim levou própria privada para encontro com Trump

Por Lucas Massao Atualizado em 4 jul 2018, 20h33 - Publicado em 18 jun 2018, 16h56

Na última terça-feira (12), o presidente americano, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, se encontraram em Cingapura para a primeira cúpula entre os mandatários dos dois países. Em meio aos anúncios e promessas de desnuclearização, um detalhe chamou a atenção.

Segundo o jornal sul-coreano Chosun Ilbo, Kim levou sua própria privada para evitar que “mergulhadores de esgoto consigam ter ideias a partir das fezes do líder supremo”. Em entrevista ao jornal The Washington Post, Lee Yun-keol, ex-membro da guarda da Coreia do Norte, disse que a preocupação de Kim por seus banheiros chegou ao ponto de o líder ter instalado uma privada em carros pequenos e grandes, e em veículos especiais, adaptados para terrenos montanhosos ou neve.

De acordo com Lee, “os excrementos de Kim contém informação sobre sua situação de saúde, então eles não podem ser deixados para trás”. O governo norte-coreano, diz Lee, faz exames periódicos na urina e nas fezes do líder, para garantir que ele não está doente e checar indicadores do funcionamento de seu corpo.

Mas essa não foi a primeira vez que um tema fecal apareceu entre os dois países. As relações tensas entre Estados Unidos e a Coreia do Norte fizeram com que, em janeiro, um membro do governo americano especializado nos assuntos do país asiático sugerisse que os Estados Unidos deveriam colocar uma bomba na privada de Kim Jong-un. “Isso passaria uma mensagem inconfundível: nós podemos te matar enquanto você faz cocô”.

Além da privada, o líder norte coreano também levou uma limusine à prova de balas para a cúpula.

Com Business Insider

  • Continua após a publicidade
    Publicidade