Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail bruno.vaiano@abril.com.br.

A primeira metade do tanque de combustível “gasta” mais devagar?

Sim. E há dois fatores que podem explicar isso.

Por Oráculo Atualizado em 14 jan 2020, 12h28 - Publicado em 4 out 2017, 14h29

Por que, quando enchemos o tanque do carro, a primeira metade demora mais para ser consumida? É fato ou o aparelho de medição marca errado?
Junior Santos, Campinas, SP

Vou encher seu tanque de conhecimento, Junior (aliás, esse é seu primeiro nome mesmo?)

A primeira metade rende mais mesmo, pode espalhar aí na fila do posto de gasolina para puxar assunto e ajudar a passar o tempo. E isso acontece por dois motivos:

O primeiro é que, entre o nível máximo que o medidor detecta e a parada automática da bomba de combustível, podem entrar no sistema até 2 litros extra – sem contar com aquele chorinho que o frentista oferece para encher até a tampa. Isso dá uns quilômetros a mais de rodagem para a primeira metade.

  • O segundo motivo é que, quanto mais vazio o tanque, maior é o volume de combustível perdido por evaporação. Ou seja, um tanque pela metade sempre tende mais a ser “meio vazio” do que “meio cheio”.

    Fonte: Carlos Yamamoto, do Laboratório de Análises de Combustíveis Automotivos.

    Post anterior: Por que a primeira hora no globo é marcada no Oriente?

    Continua após a publicidade
    Publicidade