Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail bruno.vaiano@abril.com.br.

As armas usadas para gravar séries como La Casa de Papel são reais?

No caso da série espanhola, não; mas há produções em que as armas são de verdade, sim.

Por Luiza Monteiro 5 abr 2019, 11h55

As de La Casa de Papel, não: é mais provável que sejam réplicas airsoft – que disparam projéteis de plástico usando ar comprimido ou uma mola.

Esse tipo de arma é muito usado em sets de filmagem por questões de segurança. No Brasil, assim como em outros países, elas são as únicas permitidas nas gravações. Já nos EUA, as armas de verdade predominam, mas disparam balas de festim. Nesses casos, nenhum projétil é disparado, ocorre apenas o barulho da combustão da pólvora. Ainda assim, há um certo risco: o gás quente que sai do cano pode causar ferimentos se a arma estiver colada no corpo.

  • Apesar do risco de acidentes ser bem menor, as armas de ar comprimido podem comprometer a veracidade das cenas. Primeiro porque elas são mais leves que as versões reais. “O movimento e a postura mudam bastante ao carregar e apontar uma arma de 1 kg em vez de uma de 2 kg”, exemplifica o cineasta Kapel Furman, que é coordenador de efeitos especiais.

    Outro ponto: usando uma réplica, o ator precisa transmitir a sensação de estar segurando (ou estar de frente a) uma arma de verdade. “Se for bom e bem treinado, o risco vai estar em cena; caso contrário, espectador não vai ser convencido”, afirma Kapel.

    Pergunta de @adrioliveiraf1, via Instagram

    Continua após a publicidade
    Publicidade