Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail bruno.vaiano@abril.com.br.

Qual a diferença entre robô, androide e ciborgue?

Todo androide é um robô, mas nem todo robô é um androide. E um ciborgue não é um robô. Entenda a confusão.

Por Oráculo Atualizado em 21 ago 2020, 10h39 - Publicado em 17 mar 2017, 16h01

“Robô” é uma palavra bem genérica. Se refere a qualquer dispositivo pré-programado para realizar uma tarefa – ou capaz de tomar decisões de maneira autônoma, ainda que com limitações. Aquele aspirador de pó redondo e fofíssimo que anda pela casa desviando dos obstáculos é um robô, bem como aqueles braços articulados enormes e nada atraentes utilizados em linhas de montagem de carros.⠀ ⠀

Androide, por sua vez, vem de “andrós”, uma palavra grega que significa “homem” ou “humano”. É, grosso modo, um robô de aparência humana, como o C3PO de Star Wars.⠀ ⠀

  • Por fim, ciborgue é um Darth Vader da vida: um ser humano equipado com partes robóticas, cujo objetivo normalmente é fornecer mais força e agilidade ou sentidos mais aguçados (embora, no exemplo de Vader, a armadura também seja essencial para sua sobrevivência). Um exemplo clássico de ciborgue é o RoboCop, e o tema é vastamente explorado na trilogia Sprawl de William Gibson, cujo primeiro livro é o clássico romance Neuromancer.

    Pergunta de Jonilson Arcanjo, São José do Rio Preto, SP.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade