Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail bruno.vaiano@abril.com.br.

Quem descobriu que as impressões digitais são diferentes?

Pergunta de Bruna Giovanelli, via Facebook

Por Oráculo Atualizado em 5 jan 2018, 19h29 - Publicado em 25 ago 2017, 13h28

Quem descobriu que as impressões digitais são diferentes em cada ser humano?
Bruna Giovanelli, via Facebook

Foram os babilônicos, há quase 4 mil anos.

Ou seja, muito, mas muito antes da era digital, eles já sabiam que as dobras nas partes internas dos dedos eram pessoais e intransferíveis.

Naquela época, marcas em relevo dos dedos já eram usadas para assinar documentos em argila. Essa é a pista que leva os cientistas a apontar que os mesopotâmicos já sabiam da singularidade das digitais.

A papiloscopia – ou datiloscopia – moderna só surgiu em meados do século 19.

Continua após a publicidade

Número incrível: 38,53 por cento dos eleitores brasileiros têm as digitais cadastradas.

Outro dado relevante sem nenhuma ligação: 38,53 por cento do preço dos ovos de Páscoa brasileiros é de impostos.

Fontes: Livro Fingerprints: Analysis and Understanding, de Mark Hawthorne; TSE; Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT).

Continua após a publicidade
Publicidade