Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail bruno.vaiano@abril.com.br.

Se o gelo é transparente, por que a neve é branca?

A resposta começa no gelo moído de alguns drinks – já percebeu que ele começa a esbranquiçar?

Por Maria Clara Rossini Atualizado em 10 jun 2021, 09h11 - Publicado em 10 jun 2021, 09h08

A luz solar é composta por todas as cores do arco-íris. Os objetos podem absorver ou refletir essas cores. Uma maçã, por exemplo, reflete o vermelho e absorve as outras. O carvão absorve todas as cores e não reflete nenhuma, por isso é preto. Um objeto é branco quando reflete todas as cores sem absorver nenhuma. Finalmente, a luz pode passar direto por um objeto, o que o torna transparente.

Um cubo de gelo é quase transparente, mas reflete alguma luz, principalmente nos vértices e arestas. Caso contrário, seria impossível vê-lo. Já pensou quantas pessoas se engasgariam sem querer bebendo refrigerante?

  • A neve, por sua vez, é formada por minúsculos cristais de gelo, os flocos de neve. Sozinhos, são transparentes. Mas eles têm muitos cantinhos irregulares – muitos vértices e arestas que refletem a luz para todos os lados. É por isso que a maçaroca de flocos, vista toda junta, é branca.

    Se você olhar cada floco de neve individualmente (que formam os padrões bonitos que vemos em desenho americano), vai ver que eles são transparentes como o gelo. 

    O mesmo princípio se aplica ao gelo moído usado em alguns drinks, ou a vidro estilhaçado. Uma janela é transparente enquanto está intacta, mas basta dar uma marretada nela para ver os estilhaços brancos no chão. Cada um dos cacos é transparente se for visto de perto, mas juntos formam um monte branco.

    Pergunta de @rafaela_salloun, via Instagram.

    Fonte: Márcia Barbosa, pesquisadora da UFRGS.

    Continua após a publicidade
    Publicidade