Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Oráculo Por Bruno Vaiano Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail bruno.vaiano@abril.com.br.

Um adulto de 30 cm teria a voz mais aguda ou soaria normal?

Desde que as pregas vocais e os demais órgãos envolvidos na fala desse liliputiano fossem proporcionalmente menores, sim: sua voz seria como a de um bebê.

Por Bruno Vaiano Atualizado em 15 jan 2021, 10h10 - Publicado em 11 jan 2021, 12h58

Vamos primeiro ignorar o fato de que um ser humano comum com 30 cm é uma impossibilidade biológica. Legal: desde que as pregas vocais e os demais órgãos envolvidos na fala desse liliputiano fossem proporcionalmente menores, sua voz seria aguda, como a de um bebê.

Sabemos disso intuitivamente: em uma orquestra, o instrumento de cordas mais agudo (o violino) é também o menor, e o mais grave (o contrabaixo) é o maior. Cordas mais curtas e de calibre menor vibram mais rápido – isto é, em uma frequência mais alta – e produzem ondas de comprimento menor, que ressoam bem dentro das caixas igualmente menores desses instrumentos.

  • O mesmo vale para o naipe de madeiras: a minúscula flauta piccolo chega a incomodar o ouvido, e o fagote, um tubo com 2,5 metros, produz as notas retumbantes lá embaixo. 

    Comprimento menor e frequência alta são o que identificamos como “agudo”. Essa mesma lógica dos instrumentos se aplica ao nosso aparelho fonador. Um sistema fonador pequeno apresentará cordas (ou pregas) vocais e tubos menores”, explica Regis Faria, especialista em acústica musical da USP. “E, portanto, apresentará suas frequências naturais na faixa das frequências médias a mais agudas.”

    Ilustração de @cathgomeswow

    Pergunta de @carmenelcgoncalves

    P.S. I’m Groot!

    Continua após a publicidade
    Publicidade