Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

“Adote uma Ponte” quer mais segurança para ciclistas e pedestres de SP

Por Marina Maciel Atualizado em 21 dez 2016, 10h24 - Publicado em 19 set 2014, 11h00

adote-uma-ponte-quer-melhorar-segurança-ciclistas-pedestres

Ponto para a cidade de São Paulo, em mobilidade urbana, pela ampliação das ciclovias! Até o final de 2015, a meta é chegar a 400 km de rotas para bicicletas. Porém, ciclistas têm encontrado alguns obstáculos no ir e vir diário: pontes e viadutos. Sem faixas exclusivas, resta a quem anda de bike se arriscar em meio aos carros, ônibus, motos e caminhões circulando em alta velocidade.

Pensando nisso, a Ciclocidade* (Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo) lançou campanha, chamada Adote uma Ponte*, para mobilizar a população a cobrar melhorias de segurança dessas travessias por meio de sinalização adequada, além de manutenção de calçadas, iluminação pública e paisagismo.

O projeto funciona assim: uma pessoa “adota” voluntariamente qualquer ponte ou viaduto da cidade e se compromete a produzir textos, vídeos e/ou fotos que revelem as condições de circulação de pessoas sem carro – sejam ciclistas, pedestres, cadeirantes ou outros usuários de veículos sem motor, como carrinhos de transporte de carga – nesses lugares.

Ficou interessado em participar? Basta navegar pelo mapa colaborativo, disponível neste link, escolher uma ponte ou viaduto e fazer registro. Ao final da campanha, todo o material produzido será entregue às autoridades para que os problemas sejam solucionados.

Continua após a publicidade

Aproveite para assistir ao vídeo de divulgação do projeto:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=r_oibU-CqNA?feature=oembed&w=474&h=267%5D

*Ciclocidade
*Adote uma Ponte

Leia também:
“Adote” uma ponte e melhore a segurança de pedestres e ciclistas de SP
Aplicativo mapeia ciclovias e pontos de aluguel de bicicletas em SP
Presidente do Egito pede que população caminhe e use mais bicicleta
Elly Blue: ″EUA podem aprender com Brasil sobre mobilidade″

Foto: tcnbaggins/Creative Commons/Flickr

Continua após a publicidade

Publicidade