Clique e assine a partir de 5,90/mês
Se Conselho Fosse Bom Por Blog Coluna semanal de perguntas práticas, sentimentais e existenciais enviadas por leitores da SUPER. Por Karin Hueck

“Meu namorado me esconde do filho. O que eu faço?”

Quando é a hora certa de conhecer a família do amado? E como escolher entre um crush que parece interessante e outro que é fofo e confiável?

Por Karin Hueck - 7 jun 2017, 17h55

Meu namorado me manda ir embora quando o filho chega, porque a criança arregala os olhos e sai correndo de perto. Essa é minha grande angústia. O que faço?
– Fugitiva
Cara fugitiva
Tenho tantas perguntas para você. Seu namorado esconde você da família? Ele não explicou para o filho quem é essa mulher misteriosa que frequenta a casa do pai? Por que essa criança sai correndo? Ela corre toda vez? Até onde? São muitas dúvidas intrigantes. No melhor dos casos, acho que falta comunicação. Se você namora esse homem há muito tempo e ele mesmo assim prefere te manter escondida, vale tentar entender o por quê. Acho que você tem o direito de ser devidamente apresentada – inclusive para tentar apaziguar o medo do menino. Mas, se vocês acabaram de se conhecer, acho razoável esperar um tempo antes de incluir o filho no relacionamento de vocês.

 

Há um tempo atrás, existiam dois homens na minha vida: o Ricardo e o Fernando (nomes fictícios). O Ricardo era mais velho do que eu, bebia, fumava, e tinha todos as características de um babaca. Eu era inexperiente e sentia muita atração por ele. Trocávamos algumas mensagens de cunho sexual, mas nada aconteceu de fato. Já o Fernando era quase o oposto. Tinha a minha idade, estudava na mesma classe que eu, era, enfim, um grande amigo. Num belo dia, o Fernando me pediu em namoro, eu aceitei, claro, e cortei todas as relações com o Ricardo. Já namoro há dois anos o Fernando – ele é incrível, não poderia ser melhor. No entanto, algumas vezes me pego pensando em Ricardo e o desejando. Me sinto culpada, pois eu amo o Fernando e não o trocaria nem por três Ricardos e mais um caixa de chocolate. Mas não consigo amá-lo inteiramente, porque o meu corpo ainda deseja o Ricardo – mesmo que fosse só por uma noite. Como faço para esquecer esse desgraçado?
– Amor bandido
Cara amor bandido
Você precisa de um Jorge. Nem o Ricardo, nem o Fernando vão te fazer feliz. E a pior coisa que você pode fazer é ficar com o Ricardo “nem que seja por uma noite”. Essa pequena amostragem só vai arruinar seu namoro, deixá-la ainda mais obcecada com o Ricardo – e pior: vai fazer você acreditar que ele é uma opção viável. Você ainda fica pensando no Ricardo porque o idealiza, e se você acha que ele se parece com um babaca, é melhor seguir o seu instinto. Concordo que  você já deu chance para o seu namoro dar certo – se em 2 anos você ainda não esqueceu um cara com quem você trocava mensagens, é melhor parar por aqui. Seja honesta com o Fernando e termine com ele. Também não vá atrás do Ricardo. Procure um Jorge-maravilha, que vai ser a mistura ideal para você. Acredite, essa pessoa existe.

Continua após a publicidade
Publicidade