Clique e assine a partir de 8,90/mês
Turma do Fundão Por Blog Grupo de leitores-colaboradores da ME que ajuda a revista sugerindo pautas e alimentando este blog cultural

#BirthdayCake: Rihanna feat… Chris Brown?

Por turma-do-fundao - Atualizado em 4 jul 2018, 20h33 - Publicado em 27 fev 2012, 16h00

Como eu havia dito na resenha do álbum Talk That Talk da Rihanna (clique aqui para ler), o interlude Birthday Cake iria ganhar uma versão completa, graças ao apelo dos fãs. Tudo ia bem até Rihanna postar no twitter que a participação da versão completa iria chocar o mundo. E chocou! (Abaixo, para quem quiser ouvir, segue o remix)

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=2rci2nkyTmc?wmode=transparent&fs=1&hl=en&modestbranding=1&loop=0&iv_load_policy=3&showsearch=0&rel=1&theme=dark&w=425&h=344%5D

Pois é, o feat. da música é ninguém menos que Chris Brown. Para quem não se recorda, Brown é o ex-namorado da Rihanna. Eles terminaram depois que ele a espancou em 2009, fato que abalou o mundo da música e revoltou a todos. Ela mesma disse que ele era um monstro e que queria distância.

Imagem: Divulgação

Então, qual o significa da parceria? A resposta é simples: ganhar a mídia. No momento que Rihanna a disponibilizou, a música virou o assunto mais comentado do mundo no Twitter. Fãs se revoltaram com a participação de Brown na música e ela foi logo perdendo Likes no Facebook, além de casos mais extremos, como um fã que quebrou todos os CDs e postou na internet.

“Fale mal, mas fale de mim” é o ditado que parece ser filosofia de Rihanna.

Continua após a publicidade

O acontecimento de 2009 fez como que ela se tornasse uma espécie de símbolo contra a agressão feminina, e agora?

O que ninguém esperava é que a gravadora da cantora se recusou a lançar a música no iTunes, maior meio musical da atualidade. Ou seja, o tiro saiu pela culatra. A música virou motivo de piada e trocadilhos.

Para Rihanna, parece que basta apagar as velas do bolo, porque no escuro não verá nossas caras de reprovação.

Eu que sou fã, fiquei perplexo.

E vocês? O que acharam?

Por Gustavo Guimarães (@hausofgust)

Continua após a publicidade
Publicidade