GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

A batalha dos espigões

A mesquita de Djenné, no Mali, é o maior edifício de barro do mundo. Completada em 1907, ela é um imenso castelo de areia que precisa ser restaurado todos os anos, no final do período de chuvas.

Será que, depois do atentado contra o World Trade Center, alguém vai querer erguer um prédio com mais de 451,9 metros? É essa a altura das Petronas Towers, o edifício mais alto do mundo, erguidas na, Malásia, em 1966. Até 11 de setembro, americanos e asiáticos disputavam palmo a palmo esse título, mas o atentado desvalorizou os escritórios localizados em arranha-céus. Se a tendência for mantida, as Petronas Towers, projetadas pelo arquiteto argentino-americano César Pelli, podem restar imbatíveis. De formato circular, elas têm 88 andares cada uma e estão ligadas por um corredor a 170 metros do chão. Mais que uma passarela, a ponte foi planejada como um “portão visionário” para o século XXI. Para garantir uma bela vista a todos os seus usuários, as torres têm 65 000 metros de janelas e cada uma conta com 29 elevadores panorâmicos.

• Projetado para ser o maior arranha-céu do planeta, com 460 metros de altura, o Shangai World Financial Centre, na China, deveria ficar pronto no ano passado, mas só será inaugurado mesmo em 2005.

• A mesquita de Djenné, no Mali, é o maior edifício de barro do mundo. Completada em 1907, ela é um imenso castelo de areia que precisa ser restaurado todos os anos, no final do período de chuvas.

Empire State – Nova York – 373 m (1931)

World Trade Center – Nova York – 417 m (1973)

Sears Tower – Chicago – 443 m (1974)

Petronas Towers – Kuala Lumpur – 452 m (1997)

O primeiro da série

O Empire State Building, em Nova York, que inaugurou o conceito de arranha-céu, continua a ser o edifício mais famoso do mundo. Foi construído em apenas 14 meses e sua inauguração ocorreu em 1º de maio de 1931. Do alto de seus 120 andares (373 metros) pode-se admirar a cidade. No total são 10 milhões de tijolos, 6 500 janelas e 73 elevadores. As escadas entre o térreo e o último andar têm 1 860 degraus.