Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Comedouro para pássaros estimula diversidade de aves nas cidades

Ao longo de 40 anos, mais espécies passaram a frequentar cidades britânicas graças a esses artefatos.

Por Maria Clara Rossini 21 Maio 2019, 18h35

Sabe aquele hábito antigo de colocar ração ou frutas em um recipiente fora de casa para atrair os passarinhos? Não era capricho das nossas avós: essa prática de fato beneficia as espécies a longo prazo. É o que indica uma nova pesquisa, que registrou um aumento na população de pássaros em áreas urbanas do Reino Unido por conta dos comedouros.

O estudo começou na década de 1970 e os resultados foram publicados nesta terça-feira (21) na revista científica Nature Communications. Ao longo de 40 anos, voluntários que viviam em cidades britânicas e contavam com comedouros monitoraram as aves que visitavam suas casas. As anotações eram repassadas para os cientistas, que analisaram, ao final da investigação, o que mudou durante esse tempo. 

Não só o número de pássaros aumentou, mas também a variedade de aves que passaram a visitar os jardins das casas com um espaço dedicado a alimentá-las. Nos anos 1970, 68 espécies eram vistas nos quintais dos britânicos; ao longo de quatro décadas, outras 65 passaram a ser notadas. Esse total de 133 tipos diferentes de pássaros representa mais da metade de todas as espécies encontradas no Reino Unido.

  • O aumento de pombos e tentilhões chamou atenção dos pesquisadores. No início da pesquisa, apenas 10% das pessoas relatavam ver esses pássaros em seus comedouros. Hoje, eles são comuns em mais de 80% dos jardins.

    O que leva os cientistas a crerem que isso se deve aos comedouros é o fato de que o número de espécies que não frequentam a “boca-livre” permaneceu estável. Também não houve aumento na quantidade de pássaros em regiões onde os comedouros não são tão comuns. 

    Mas não é só o ato de oferecer alimento que importa. A pesquisa relaciona o crescimento com o avanço da indústria de ração para pássaros. Hoje há uma diversidade bem maior de sementes, misturas e até de tipos de comedouros em relação às décadas passadas.

    Se você se animou a colocar um desses na sua casa, saiba que não basta só garantir comida. A má higiene dos comedouros pode contribuir para a transmissão de doenças entre as aves. Por isso, certifique-se de que o seu esteja sempre limpinho. Vale também se informar com um veterinário sobre quais alimentos você pode (ou não) oferecer aos passarinhos. Não é porque eles vivem na cidade que curtem comer qualquer coisa, certo?

    Continua após a publicidade
    Publicidade