Clique e assine a partir de 8,90/mês

Em nome da ciência: PQP

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h53 - Publicado em 31 dez 2004, 22h00

Pesquisadores russos ficaram falando palavrão para uma jarra d’água. Tudo em nome da ciência: a tese deles era que o líquido seria afetado de alguma maneira. Para checar, regaram sementes com a água “maldita”. Os cientistas garantem que 48% delas germinaram, contra 93% das que receberam água normal. E também juram que falar palavrão causa impotência. Só não ficou claro se a conclusão foi baseada no desempenho sexual obtido pelos próprios após passar o dia xingando a jarra.

Publicidade