Clique e assine a partir de 8,90/mês

Gravidade derruba gotas das nuvens

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h53 - Publicado em 30 set 1999, 22h00

Por que chove em pingos e não em jatos?

A chuva nada mais é do que um ajuntamento de partículas menores de água que evaporam com o calor e depois voltam para o solo. Assim que as gotas se formam dentro das nuvens, elas caem, atraídas pela força da gravidade. “Não há tempo suficiente para que se junte uma quantidade de água tão grande que chegue ao chão na forma de jato”, explica a meteorologista Maria Assunção da Silva Dias, da Universidade de São Paulo. Para que isso acontecesse seria preciso que uma grande bolha líquida se acumulasse no céu antes de vir abaixo.

Direto para o chão

Quando ficam suficientemente pesados, os pingos caem.

A água evapora graças ao calor e sobe. Dentro das nuvens as gotículas são atraídas por partículas de impureza, como poeira, e vão formando as gotas.

As gotas menores ficam suspensas graças a correntes de ar que, por serem mais quentes, sobem da terra para o céu e as empurram para cima.

Ao ficarem pesadas, elas caem. Quanto mais fortes forem as correntes de ar, maiores têm de ser as gotas para vencê-las.

Continua após a publicidade
Publicidade