Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Orcas são flagradas caçando tubarões brancos; assista ao vídeo

Cinco delas foram vistas fazendo isso, o que confirma uma suspeita dos cientistas: tubarões brancos também podem ser presas.

Por Leo Caparroz
Atualizado em 17 out 2022, 18h40 - Publicado em 17 out 2022, 18h38

Orcas já foram observadas predando outras espécies de tubarões. Contudo, não haviam registros de observações diretas de sua caça aos tubarões brancos. Agora, foram capturadas imagens de orcas atacando pelo menos dois tubarões em Mossel Bay, na província de Western Cape, na África do Sul.

As gravações podem ajudar a explicar o recente sumiço dos tubarões brancos na costa sul africana. Cientistas já suspeitavam que orcas na região poderiam estar matando e comendo os tubarões, cujo desaparecimento não era decorrente de caça ilegal.

Um pequeno trecho das gravações foi lançado em junho. No início de outubro, pesquisadores publicaram, na revista Ecology, um estudo mais detalhado, contendo filmagens mais extensas e dados de tags mostrando que os tubarões brancos evitaram a área de Mossel Bay durante várias semanas.

Apenas duas orcas na África do Sul haviam sido anteriormente associadas à caça de tubarões brancos – apesar de nunca terem sido pegas no flagra. Da dupla, uma foi identificada nas novas imagens, ao lado de outras quatro orcas. Os autores acreditam que o envolvimento dessas novas comparsas sugere que o comportamento pode estar se espalhando.

Em um vídeo feito por um piloto de drone amador, um grupo de cinco orcas nada em direção a uma área conhecida pela presença de tubarões brancos. Enquanto duas eram visíveis da superfície, uma terceira vinha do fundo, empurrando um tubarão branco aparentemente morto. A orca mordeu o tubarão espalhando uma mancha de sangue.


Mais ou menos na mesma época, um piloto de helicóptero também foi testemunha de um ataque. Vídeos curtos e fotos tiradas pelo piloto parecem mostrar o mesmo grupo de orcas do registro do drone. Também havia o que os pesquisadores concluíram ser um fígado de tubarão, flutuando na superfície – e depois engolido por uma das orcas.

Continua após a publicidade

A filmagem também pode identificar a maneira como os tubarões brancos tentam evitar os ataques das orcas. Assistindo às imagens, os pesquisadores acreditam que eles empregam uma técnica comum em focas e tartarugas para, ironicamente, fugir de tubarões: mantendo-se bem próximos de seu predador. Essa abordagem, contudo, é provavelmente ineficaz para escapar das orcas.

“As baleias assassinas são animais altamente inteligentes e sociais”, relata Simon Elwen, coautor do estudo e especialista em mamíferos marinhos da Universidade Stellenbosch, na África do Sul. “Seus métodos de caça em grupo os tornam predadores incrivelmente eficazes.”

Apesar do apelido, as orcas são, na verdade, a maior espécie da família dos golfinhos. Além de serem os únicos predadores conhecidos dos tubarões brancos, se alimentam de peixes, focas, leões marinhos e até de polvos e aves marinhas.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.