Assine SUPER por R$2,00/semana
Imagem Blog

Oráculo

Por aquele cara de Delfos
Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail maria.costa@abril.com.br.
Continua após publicidade

Como funciona o carbono 14?

Oh, Grande Mestre Oráculo! Por favor me ajude! Como é feita a datação através do carbono 12? Somente o senhor pode acabar com esta minha dúvida. Após obter a sua resposta, poderei morrer em paz. Jussiê Athaide Silveira, Porto Alegre, RS Querida, cheguei. Jussiê, sua dúvida jurássica será respondida, mas jure para nós que ficará […]

Por Oráculo
Atualizado em 21 dez 2016, 09h06 - Publicado em 6 ago 2012, 19h40

Oh, Grande Mestre Oráculo! Por favor me ajude! Como é feita a datação através do carbono 12? Somente o senhor pode acabar com esta minha dúvida. Após obter a sua resposta, poderei morrer em paz.
Jussiê Athaide Silveira, Porto Alegre, RS

Querida, cheguei.

Jussiê, sua dúvida jurássica será respondida, mas jure para nós que ficará em paz, em vida e em juízo.

Na verdade, a datação é feita através do carbono 14, ou C14. Os cientistas conseguem medir a presença do C14 nos animais e plantas depois de mortos porque essa substância tem uma característica essencial para tal função. Ela diminui ao longo do tempo.  A arqueóloga Claudia Inês Parellada, doutora pela USP, conta mais: “Durante a vida, os animais e vegetais absorvem o carbono 14, que está presente na atmosfera. Depois da morte,  a quantidade de C14 cai pela metade a cada 5 730 anos”.

Continua após a publicidade

Com base no comportamento do C14, é feito um cálculo. “Por meio da comparação entre o C14 encontrado em um determinado material e o C14 atmosférico, é  possível obter uma idade aproximada da amostra. Os físicos estabeleceram uma fórmula da diminuição anual de radioatividade”, completa o historiador Pedro Paulo Funari, da Unicamp.

Assim, a datação por carbono 14 é especialmente importante em materiais que tenham até 40 mil anos porque a partir daí a quantidade de C14 é muito pequena e os resultados, imprecisos.

Ou seja, sem piadinhas de mau gosto envolvendo Niemeyer, Hebe e afins. Respeitem nossos ícones velhos, boa noite e vai, Zanetti!

(crédito da imagem: oskay)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.