Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Barbeiragem na rota de Marte

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h48 - Publicado em 31 out 1999, 22h00

De acordo com a Nasa, a nave Mars Climate Orbiter não se espatifou ao resvalar em alta velocidade na atmosfera marciana, em setembro. Ao contrário do que se pensou a princípio, o atrito com o ar de Marte apenas queimou um dos seus propulsores. “Com isso, não foi possível direcionar a nave para uma órbita segura”, disse à SUPER o chefe da investigação que a Nasa está fazendo sobre o acidente, Arthur Stephenson. “O aparelho acabou se perdendo no espaço interplanetário”, contou ele. Stephenson confirmou que a trajetória da Orbiter foi calculada com números errados, pois alguns dados estavam em unidades como o pé, que mede 30,5 centímetros, e outros, em metros. Essa confusão poderia ter sido checada a tempo de salvar a missão, disse o diretor da Nasa, Carl Pilcher, à revista americana Science News. Para ele, não perceber o equívoco numérico durante o trajeto foi o segundo erro grave dos responsáveis pelo vôo.

Sem força para se salvar

A nave Mars Orbiter perdeu um propulsor e passou direto por Marte.

1. Ela se desviou porque sua rota foi calculada com números errados, alguns deles em unidades como o metro e outras em pés, que valem 30,5 centímetros.

2. Como esse erro inicial não foi percebido durante o vôo, a nave não entrou na órbita certa e afundou na atmosfera marciana. Ela não foi destruída, mas o atrito queimou um de seus propulsores.

3. Com isso, os comandos da Terra para recolocar o aparelho em órbita não conseguiram evitar que ele se perdesse no vazio.

Continua após a publicidade
Publicidade