Clique e assine a partir de 8,90/mês

Cansaço e cansaço

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h53 - Publicado em 30 nov 1988, 22h00

Uma boa malhação na academia de ginástica geralmente produz mudanças químicas nos músculos, percebidas como cansaço. Sensação semelhante ocorre após oito horas de trabalho com muita concentração mental atrás de uma mesa de escritório. Mas as alterações químicas são diferentes. Com a ajuda de um espectrômetro de ressonância magnética, capaz de acompanhar a movimentação dos compostos químicos no organismo, médicos americanos descobriram que a sensação de cansaço é diretamente proporcional à liberação pelos músculos de uma substância chamada fosfato monovalente. Essa substância limita a capacidade de contração das fibras musculares.

Nos casos de cansaço devido a pesados exercícios físicos, ocorre uma grande liberação de fosfato monovalente, mas quase não há alterações nos sinais enviados pelo sistema nervoso aos músculos. O contrário ocorre após um dia extenuante no escritório, quando a sensação de cansaço repousa inteiramente no sistema nervoso e ocorrem, naturalmente, poucas alterações químicas nos músculos.

Publicidade