GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Homens são mais violentos quando há muitas mulheres por perto

Quando o número de mulheres supera o de homens em uma região, o índice de assassinatos entre eles explode.

A quantidade de homens e mulheres que vivem em um bairro tem uma ligação direta na criminalidade, de acordo com um novo estudo da Universidade de Utah. E quanto maior a quantidade de mulheres que cerca os homens, mais violentos eles se tornam.

A conclusão é de uma pesquisa que analisou a população de cada um dos distritos dos Estados Unidos, analisando a diferença na quantidade de homens e mulheres e cruzando essas informações com os índices de criminalidade daquelas regiões.

Estupro e prisões por prostituição são mais comuns nos distritos de maioria feminina. Mas o fato realmente surpreendente é que, quando a região tem mais mulheres, a violência entre também é maior. As agressões e homicídios em que tanto o criminoso quanto a vítima são do sexo masculino batem recordes nesses distritos.

Na hora de explicar esses resultados, o autor do estudo, Ryan Schacht, se baseou em uma perspectiva evolutiva. Segundo ele, quando os homens são raros e as mulheres são muitas, não há preocupação parecer prestativo e respeitoso para conseguir uma boa parceira e se reproduzir.  

De acordo com essa explicação, os homens são mais promíscuos em comunidades com mais mulheres, com uma tendência menor a formar famílias (porque a oferta de opções para gerar descendentes é farta). Esse “comportamento sexual não compromissado”, como diz a pesquisa, resultaria em um aumento nos crimes sexuais e estupros e incentivaria mais a prostituição. Como consequência final, essa “ganância” sexual levaria os homens a entrar em conflitos violentos entre si, como forma de competição direta.

Esse padrão de comportamento se repete em outras espécies de mamíferos, mas essa visão animalesca não é a única explicação possível.