GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Dados de RPG existem desde o Egito antigo

Um misterioso dado de 20 lados, datado de 4 D.C., é idêntico aos usados por jogadores de RPG dos dias de hoje

Dungeons and Dragons, o RPG jogado pelos amigos Mike, Dustin, Lucas e Will em Stranger Things, pode até parecer uma coisa retrô. Mas um dos elementos mais importantes do jogo, o dado de 20 lados (ou d20), é bem mais que vintage: data pelo menos de 4 D.C. e, até hoje, seu uso é um mistério para os historiadores.

O antigo d20 foi fabricado na época em que o Egito era parte do império romano, e um importante centro de cultura e comércio, mantendo laços fortes com a Grécia. Descoberto em 1910, ele está em exposição no Metropolitan Museum of Art, em Nova York, mas sua utilidade continua uma incógnita – e sempre que o RPG volta à moda, seu mistério emerge junto.

LEIA: O que aprendi jogando D&D, o RPG que aparece em Stranger Things

Os historiadores têm várias pistas de que este não é um dado comum. Para começar, dá para ver que alguém gastou um tempão para esculpir um icosaedro (um poliedro de 20 lados) perfeito e caprichado no acabamento – ao contrário de dados de apostas quaisquer, que geralmente eram mais toscos. O d20 egípcio é feito de serpentinito (o material que se usava na época em amuletos e recipientes sagradas) e, além disso, tem em cada face uma letra do alfabeto grego, em vez de inscrições egípcias, cores ou desenhos, como era mais comum.

Essa parte é importante, porque os historiadores sabem que os gregos usavam o alfabeto como forma de prever o futuro – era o oráculo do alfabeto. Nele, cada letra tinha um significado: a lambda (λ), por exemplo, significava “um bom presságio”; já a letra zeta (ζ) dizia que a pessoa precisaria “escapar de uma grande tempestade”.

LEIA: Stranger Things: a Eleven da vida real era russa

No entanto, como o dado egípcio não tinha nenhuma instrução ou tradução, os historiadores não têm certeza se ele era usado como oráculo ou não. Por isso, alguns acreditam o d20 antigo pode mesmo ter sido usado em jogos como o senet, um ancestral do gamão baseado em um mito egípcio do mundo dos mortos.

Ou seja: de certa forma, este pode mesmo ser um dado de Role Playing Game – afinal de contas, RPG é apenas um jogo que conta uma história, quase como o senet. Na modernidade, o primeiro RPG que usava dados como este só foi inventado em 1974: era o Dungeons and Dragons, ou D&D, o favorito dos meninos de Stranger Things.

Apesar de seus mistérios, o d20 antigo não é o primeiro dado de que se tem notícia: jogo de dados mais velho conhecido é um conjunto sumério, de 3 mil anos de idade, chamado Jogo real de Ur – que também pode ser visto no MET.