GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Escolhas

Texto Bruno Garattoni, Karin Hueck, Laura Folgueira, Leandro Narloch

1. Quadrinhos vivos

Scott Pilgrim é um baixista magrelo de 22 anos que se apaixona por Ramona, uma menina modernosa e bonitona. Mas, para viver esse amor, ele (que é interpretado por Michael Cera: cara de criança, voz de criança, músculos de criança) tem de lutar contra a liga de ex-namorados ciumentos de Ramona. Seria apenas mais um filme de adolescente, se Scott Pilgrim também não fosse o personagem principal de um quadrinho (e, depois, de um videogame) de enorme sucesso com o mesmo nome. Scott é um alienígena no mundo das HQs, pois une 3 elementos controversos – mangás, lutas de videogames e universo adolescente – e ainda assim consegue ser inteligente. E o melhor: a adaptação para o cinema fica à altura.

Scott Pilgrim Contra o Mundo, 15 de outubro nos cinemas (data sujeita a alterações)

2. Os Lennons, uma família da pesada

John Lennon era apenas um garotinho de classe média que se recusava a obedecer à tia que o criou – mas ligou para ela todos os dias até o fim da vida. Pelo menos é assim que a ficção O Garoto de Liver-pool o retrata, com direito a muitas lágrimas de adolescente traumatizado. O filme começa mostrando Lennon aos 15 anos, lidando com a morte do tio, sendo criado pela tia Mimi e procurando desenvolver uma relação – um pouco erótica? – com a mãe, a bipolar Julia. Há cenas de John com sua primeira banda, The Quarrymen, e conhecendo um certo Paul McCartney que o ensina a tocar violão. É história sendo feita.

O Garoto de Liverpool, 1 de outubro no cinema

3. 1808 – parte 2

Há 3 anos, o jornalista Laurentino Gomes encantou o Brasil com o livro 1808, sobre a burlesca mudança da família real portuguesa para o Rio de Janeiro. Ele volta agora com 1822, ano em que o Brasil se tornou um país. O livro é repleto de histórias curiosas e bem contadas sobre as loucuras de dom Pedro 1º, os dilemas da Independência e as guerras, pouco conhecidas, travadas contra as tropas portuguesas no Nordeste.

1822, Laurentino Gomes, Nova Fronteira, 372 páginas, R$ 44,90

4. A saga de minduim

Quando as tirinhas de Charlie Brown começaram a circular, em 1950, causaram estranhamento. O que eram aquelas crianças muito cabeçudas que falavam como adultos depressivos? Pouco tempo depois, já eram amados. Agora a coleção (quase) completa de tirinhas está sendo lançada e dá para ver como os personagens foram evoluindo (ficou no “quase” porque o workaholic do autor publicou 17 897 tirinhas). No começo, os desenhos eram mais infantis, Snoopy mal aparecia, Lucy ainda dormia no berço e Charlie Brown era muito menos deprê. Mas todo o charme já estava lá.

Peanuts Completo, Charles Schulz, L&PM, R$ 68 cada volume

5. Para ver e engordar

Você sabia que os cogumelos da sua pizza são cultivados 150 metros sob a terra – em minas de cálcio abandonadas? Que a azeitona verde só fica preta porque é mergulhada em soda cáustica? Que as ostras são criadas por inseminação artificial – e os mariscos que você come podem ter até 40 anos de idade? Prepare-se para conhecer nesta série as verdades surpreendentes por trás das comidas mais populares do mundo – e ficar com ainda mais vontade de comê-las.

A Ciência dos Alimentos, History Channel, a partir de 24/9 (toda 6ª, às 20 h)

Alexandre, o Grande, não abria mão de sua mistura de gelo com mel, vinho e especiariais, um antepassado remoto dos nossos sorvetes. E Frederico, que também era Grande, mandava produzir pretzels em massa para distribuí-los entre a população. Em Mil-Folhas, a história dos doces vira aventuras curiosas e cada quitute vem acompanhado de um glossário. O problema é controlar a taxa de açúcar ao ler o livro – até porque as ilustrações também são deliciosas, de engolir com os olhos.

Mil-Folhas, Lucrecia Zappi, Cosac Naify, 96 páginas, R$ 49

6. Música para confundir

Está com aquela música irritante na cabeça? Este site ajuda a tirá-la de lá – só que coloca outra igualmente irritante no lugar. Sim, é um playlist só com músicas-chiclete: de Barbie Girl à Macarena.

unhearit.com