GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como ganhar qualquer discussão

Biscoito ou Bolacha? Esquerda ou Direita? Pizza com ou sem ketchup Você nunca mais vai perder essa (ou qualquer outra) discussão.

1. Capte a benevolência

Siga a dica da retórica romana (captatio benevolentiae) e adule o interlocutor. Ou diga coisas com que ele certamente concorda. Assim, é mais fácil fazer as pessoas ficar dispostas a prestar atenção no que você diz.

2. Exagere o argumento do adversário

Interprete o que ele diz do modo mais genérico possível, fazendo-o parecer absurdo. É a “técnica do espantalho”, também chamada de “ampliação indevida” pelo filósofo Arthur Schopenhauer.

3. Entre na onda

Concorde com parte dos argumentos do outro para, a partir daí, traçar a própria conclusão.

4. Invalide as opiniões dele

Use a tática ad hominem, o argumento “contra a pessoa”. Em vez de questionar o que o seu adversário disse, desqualifique-o.

5. Repita

Use o mesmo argumento do adversário. Mas a seu favor.

6. Revele a tática

Mostre que ele está usando uma tática para ganhar a discussão. (Aproveite para fingir que você venceu.)

Outras dicas do mal

Mantenha a calma

O tom da fala vale mais que bons argumentos. Fique calmo e aberto ao que o adversário tem a dizer, sem parecer que o desfecho da conversa é uma questão pessoal. Em vez de ficar nervoso, tente irritar o outro.

Fique um passo à frente

Se você já tem uma idéia do que o adversário vai dizer e quais serão seus argumentos, antecipe-os, já mostrando por que estão errados. É provável que ele não insista em afirmá-los. Caso contrário, será repetitivo.

Classifique o adversário

“Um modo rápido de eliminar uma afirmação é reduzi-la a uma categoria geralmente detestada”, sugere o filósofo Schopenhauer. É por isso que quem é contra as cotas vira racista, quem quer um salário melhor é comunista.