GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Espiritismo – Números materializados

Dados e comparações para entender o apelo do espiritismo na fé e na cultura brasileira

Segundo o Censo do IBGE de 2000, o espiritismo tem 2,5 milhões de adeptos no Brasil (declaram-se evangélicos 26 milhões, e católicos, 125 milhões). A conta da Federação Espírita Brasileira é diferente: seriam 14 milhões de espíritas no país.

Mais de R$ 500 milhões é o valor do faturamento do mercado editorial espírita ao ano no Brasil – isso antes do boom de filmes espíritas de 2010, cuja influência ainda não foi medida. Paulo Coelho fatura (apenas) R$ 40 milhões por ano, aproximadamente.

Pelo censo, o espiritismo é a terceira maior religião do país. O quarto lugar está muito atrás: são 525 mil da umbanda e do candomblé.

O Brasil tem 10 mil centros espíritas, mais do que a soma de todas as paróquias e centros pastorais católicos de Portugal (lá são 7 258, segundo o Vaticano).

Mais de 150 milhões de livros espíritas já foram vendidos no Brasil – 70% dos títulos são de obras psicografadas. É mais do que a venda mundial dos livros da saga Crepúsculo, de Stephenie Meyer, que chega a cerca de 110 milhões de exemplares.

R$ 35 milhões foi a renda da bilheteria do filme Nosso Lar (2010), inspirado no livro homônimo, psicografado por Chico Xavier. É a mesma arrecadação de Harry Potter e as Relíquias da Morte (Parte 1) no Brasil, em 2010.

3,4 milhões de pessoas viram no cinema o longa Chico Xavier, de Daniel Filho, de 2010 – praticamente a mesma marca dos sucessos nacionais Se Eu Fosse Você (2006) e Cidade de Deus (2002).

Em 17 de setembro de 1865 foi fundado o primeiro centro espírita brasileiro, em Salvador.