Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Neandertais podem ter sido extintos por “má sorte”, diz estudo

Baixa fertilidade, populações pequenas e cruzamento entre parentes podem ter acabado com a espécie sem nenhuma violência por parte dos sapiens – nós.

Por Maria Clara Rossini Atualizado em 6 dez 2019, 13h31 - Publicado em 29 nov 2019, 20h00

Se hoje somos a única espécie humana no mundo, é porque nossos colegas do gênero Homo foram extintos há algum tempo. O Homo neanderthalensis é a espécie mais próxima geneticamente dos sapiens modernos – e também foi a que desapareceu mais recentemente. 

É consenso entre os cientistas que os neandertais foram extintos há cerca de 40 mil anos, mas ninguém sabe como ou por que isso aconteceu. Uma das hipóteses mais bem aceitas diz que o Homo sapiens – sim, nós – teria exterminado o Homo neanderthalensis. As duas espécies entraram em contato 60 mil anos atrás, e 20 mil anos depois os neandertais já haviam sumido.

Não precisa se sentir culpado. Talvez os sapiens não tenham nada a ver com essa história. Uma nova pesquisa mostrou que apenas a miscigenação e variações normais nas taxas de nascimentos e mortes já podem ter sido suficientes para tirar os Neandertais do mapa.

Os pesquisadores criaram um modelo de computador para simular em quanto tempo os neandertais teriam sido extintos levando em conta alguns fatores diferentes. O primeiro é o cruzamento com outros neandertais próximos geneticamente, ou seja, parentes. 

Continua após a publicidade

Quando os neandertais e sapiens se encontraram, a população neandertal já estava extremamente reduzida, com apenas 10 ou 70 mil indivíduos. Assim, não seria muito difícil que eles acabassem tendo que se juntar com pessoas próximas, diminuindo a variabilidade genética e a capacidade de adaptação.

Mesmo assim, apenas as relações consanguíneas não seriam suficientes para extinguir a espécie. Por isso, os cientistas consideraram um segundo fator: o efeito Allee. É um modelo que prevê alguns requisitos mínimos para uma população continuar crescendo. Ter uma quantidade limitada de parceiros e poucas pessoas para caçar e proteger as crianças já pode ser suficiente para desencadear uma sequência de eventos que leva à extinção da espécie. 

Outra pesquisa deste ano já havia mostrado que uma pequena queda na taxa de fertilidade das mulheres neandertais já poderia ter levado a extinção da espécie em pouco tempo. Segundo o estudo, se houvesse uma queda em 2,7% na taxa de fertilidade, os neandertais levariam 10 mil anos para se extinguir.

Ainda são necessários mais estudos antes de concluir a causa do desaparecimento da espécie, seja ela causada pelos humanos modernos ou não. “A extinção poderia ter acontecido de qualquer jeito. A principal conclusão de nosso trabalho é que os sapiens não seriam necessários para a extinção. É provável que tenha sido apenas má sorte” diz o pesquisador Krist Vaesen, que liderou o estudo.


Para saber mais: Sapiens, Uma Breve História da Humanidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)