GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Ações da Yakult aumentam graças a “Para Todos os Garotos que Já Amei”

A bebida láctea aparece na nova comédia romântica da Netflix

 (HarjeetSinghNarang/iStock)

Empresas gastam milhões todos os anos com anúncios e campanhas publicitárias para divulgação da marca e de seus produtos, mas às vezes uma feliz coincidência pode trazer resultados positivos (leia-se: dinheiro). Foi o que aconteceu com a Yakult, que fez uma “participação especial” na comédia romântica Para Todos os Garotos que Já Amei, da Netflix.

Se você ainda não assistiu ao romance adolescente, uma adaptação do livro homônimo escrito por Jenny Han, a gente resume: a história gira em torno de Lara Jean (Lana Condor), que descobre que as cartas que ela havia escrito para todos os garotos que ela já amou (a-há) foram misteriosamente enviadas a seus destinatários. A partir daí, ela resolve fingir namorar um deles, Peter (Noah Centineo), só para evitar maiores problemas e para ajudá-lo a com outra garota.

Acontece que, em determinado momento do filme, Peter experimenta um gole da bebida e se surpreende com o seu sabor. Se o filme fosse brasileiro, talvez não aconteceria nada. Mas acontece que o Yakult não é tão famoso nos EUA como no Brasil. Como muitos americanos não conheciam os clássicos lactobacilos vivos, a marca bombou no Twitter desde o lançamento do filme, em agosto. A galera queria entender de onde aquela garrafinha com lacre vermelho tinha saído.

“Não acredito que o Peter K viveu até agora sem Yakult”

Veja também

De fato, nem a própria Netflix parece saber muito bem do que se trata. No filme, a irmã de Lara Jean descreve a bebida como um “smoothie coreano de iogurte”, o que é um combo de baboseiras (para começar, a Yakult é japonesa). Mesmo sem nenhum acordo entre ela e o serviço de streaming, o marketing acidental deu uma força para a empresa.

De acordo com a agência Bloomberg, as ações da Yakult vinham em queda de 6% ao ano. Mas, desde a estreia do longa, cresceram 2,6%. A responsável pela análise é a TickerTags, uma empresa de pesquisa que estuda a relação entre as mídias sociais e o desempenho de uma empresa.

“Devido aos crescentes níveis de conversação, acreditamos que a Yakult está alcançando uma maior conscientização da marca, o que provavelmente resultará em maior volume de vendas”, disse Mark Bachman, diretor da TickerTags, à Bloomberg. Uma boa oportunidade para os americanos conhecerem a empresa, que vende de bebidas lácteas a produtos de beleza para mais de 33 países.