Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Como é determinado o prazo de validade de um produto?

Para saber até quando um produto mantém boas condições de consumo, é feita uma análise em laboratório, com pequenas amostras, para avaliar sob que condições e em que velocidade ele se deteriora. Com base nessa avaliação, chamada de teste de vida de prateleira, é que se determina o prazo de validade de alimentos – remédios […]

Por Diogo Gomes
Atualizado em 22 fev 2024, 11h33 - Publicado em 10 fev 2010, 17h31

Para saber até quando um produto mantém boas condições de consumo, é feita uma análise em laboratório, com pequenas amostras, para avaliar sob que condições e em que velocidade ele se deteriora. Com base nessa avaliação, chamada de teste de vida de prateleira, é que se determina o prazo de validade de alimentos – remédios e pneus de carro passam por outros testes. A data de validade é um guia não só para quem consome. Saber até quando o produto está em condições de ser vendido é bom para fabricantes – que evitam ter a imagem manchada por danos causados aos consumidores finais dos seus produtos – e para os distribuidores – que conseguem planejar o ritmo de entrega para as lojas.

Prova de resistência

Testar a validade em laboratório é tão caro que a maioria dos fabricantes só copia o prazo dos concorrentes

CADA UM POR SI

Nem todo fabricante encara o teste. Não é que tenham medo de ter o produto reprovado, mas é porque a avaliação é cara – cerca de 30 mil reais, em testes de alimentos. Em vez de gastar a bolada, as empresas arriscam e estampam prazos de validade parecidos com os da concorrência

TÁ QUENTE, TÁ FRIO!

Amostras dos produtos vão para câmaras que aceleram sua degradação. Em alguns testes o produto é submetido a 10 ºC acima da temperatura média do lugar mais quente em que ele é comercializado. Outro teste é fazer a temperatura oscilar entre quente e frio várias vezes

Continua após a publicidade

PERDA TOTAL

O fim do teste se dá quando algumas amostras estão muito fora do padrão de cor, sabor e textura. Por meio de análises químicas, é possível estimar o tempo que a degradação – acelerada pelo teste – levaria para aparecer em condições normais

APROVAÇÃO PÚBLICA

Se o teste apontar o período máximo para consumo em três meses e 20 dias, o prazo de validade estampado na embalagem cai para três meses. Isso ajuda a garantir que a qualidade do produto não diminuirá antes do prazo ideal para consumo

Vale tudo

Validade pode variar de muitos anos a poucos dias

Continua após a publicidade

Pneu – 5 anos

Milho em lata – 3 anos

Aspirina – 2 anos

Continua após a publicidade

Leite longa vida – 6 meses

Ovo – 1 mês

Frios – 3 dias

Continua após a publicidade

• Degustadores e consumidores também avaliam o produto comparando itens recém-processados com itens embalados há mais tempo

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.