Clique e assine a partir de 8,90/mês

Como funciona um telescópio?

Como funciona um telescópio?

Por Tiago Cordeiro - Atualizado em 4 jul 2018, 20h25 - Publicado em 11 mar 2011, 10h14

Um telescópio nada mais é do que um olho grande. Quando enxergamos um objeto, a luz que o olho recebe fica marcada fisicamente na retina, ocupando um espaço proporcional ao tamanho desse objeto. Como nosso olho é muito pequeno para enxergar tão longe, inventamos no século 17 conjuntos de lentes e espelhos que geram imagens ampliadas. Veja como isso funciona no caso do projeto mais avançado do gênero, o Telescópio Europeu Extremamente Grande, a ser construído em Cerro Armazones, no Chile.

Gigante chileno

Saiba como vai funcionar o maior telescópio do mundo

O OLHO QUE TUDO VÊ

O TEEG terá 80 metros de altura e um corpo central que poderá girar 360 graus. Assim, será possível acompanhar toda a trajetória de qualquer astro. Para erguer essa megaestrutura, será necessário 1,24 bilhão de reais

Continua após a publicidade

O SONHO DE NARCISO Em todo telescópio, a luz é ampliada conforme percorre um caminho de espelhos. Atualmente, eles costumam ter entre 8 e 10 metros de diâmetro – quanto maior, melhor a visualização. No TEEG, o principal terá 42 metros de diâmetro e será formado por 948 placas unidas. O resultado será 15 vezes mais nítido que o dos telescópios atuais

O CAMINHO DA LUZ

Não basta chegar ampliada, a imagem precisa ser nítida. Para isso, a luz recebida do espaço passará por um conjunto de cinco espelhos, cada um com uma função. Veja ao lado

TIPO EXPORTAÇÃO

Continua após a publicidade

Aqui, nenhum astrônomo vai precisar olhar por um tubinho: as imagens chegarão a computadores na base do TEEG e serão exibidas em grandes telas. Dali, as dezenas de terabytes de informação serão repassadas para centros de pesquisa em países como EUA, Austrália, França e Inglaterra

Em uma loja perto de você No lugar dos espelhos, telescópios caseiros usam lentes para provocar refração da luz Os telescópios caseiros estão em qualquer lugar e podem ser comprados com facilidade. Mas são bem diferentes dos gigantes: em vez de espelhos, usam lentes, cuja curvatura amplia os raios de luz. O tubo serve apenas para apoiar o conjunto de lentes e evitar a entrada de sujeira e de luz do ambiente no sistema.

Publicidade