GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como não engravidar se a camisinha estourar?

O melhor jeito é a pílula do dia seguinte, mas atenção: se o óvulo já estiver fecundado, ela não vai interferir na gravidez

Se não estiver usando nenhum anticoncepcional, o jeito é tomar a pílula de emergência (ou pílula do dia seguinte).

Existem dois tipos: o de um comprimido e o de dois, que deve ser ingerido com um intervalo de 12 horas entre uma pílula e outra. A carga extra de hormônio do remédio retarda a ovulação e impede que a fecundação aconteça.

Mas esse método contraceptivo só faz efeito se for tomado até 72 horas após a relação. Quanto maior a demora, menor a eficácia. E se o óvulo já estiver fecundado, a pílula não vai interferir na gravidez. Além disso, ela não substitui os anticoncepcionais regulares e perde a eficiência se for utilizada constantemente.

Primeiro recado importante: apesar de a pílula ser vendida em farmácias sem precisar de receita, é sempre bom consultar um médico antes de tomar qualquer medicamento. Segundo: quando a camisinha estoura, uma gravidez não é o único perigo. Você pode contrair uma infecção sexualmente transmissível. Consulte um médico e faça os exames de sangue necessários.

As 5 dúvidas mais comuns sobre o risco de gravidez

1. É possível engravidar durante a menstruação?

 (Marcus Penna/Mundo Estranho)

É raro, mas acontece. A incidência é maior em mulheres que têm o ciclo menstrual irregular. Como as fases hormonais ficam indefinidas, o período de ovulação pode coincidir com “aqueles dias”.

Nas mulheres regulares, é quase impossível isso acontecer, já que a ovulação ocorre quase duas semanas antes do sangramento.

2. Em quanto tempo ocorre a fecundação do óvulo após a ejaculação?

 (Marcus Penna/Mundo Estranho)

Até 72 horas depois, mas depende de cada organismo. Dentro do órgão reprodutor feminino, os espermatozoides mais saudáveis podem sobreviver até cinco dias, mas a média é 48 horas.Por isso, dá para engravidar mesmo não estando no período fértil – se a ovulação ocorrer em até dois dias.

3. Qual a quantidade mínima de espermatozoides para engravidar?

 (Marcus Penna/Mundo Estranho)

O ideal é ter, pelo menos, 20 milhões por mililitro de esperma – e 50% dos espermatozoides precisam ser móveis para conseguir se deslocar até as trompas. Abaixo de 4 milhões, as chances são menores. Mas, como apenas um é necessário para fecundar o óvulo, todo cuidado é pouco.

4. Qual o tempo de vida útil de um espermatozoide?

 (Marcus Penna/Mundo Estranho)

Dentro do corpo humano, em média 72 horas. Do lado de fora, eles resistem apenas alguns minutos, dependendo das condições do meio onde estiver depositado. O espermatozoide é muito sensível a agentes externos e quase não sobrevive fora da vesícula seminal.

5. É possível engravidar se não houve ejaculação?

 (Marcus Penna/Mundo Estranho)

Não, não é. E o líquido transparente (fluido pré-ejaculatório) que sai antes da ejaculação é apenas um “lubrificante”. Ele serve para limpar o canal por onde passam os espermatozoides, já que o local fica ácido com a passagem da urina, impedindo que os bichinhos sobrevivam.

Curiosidades úteis:

  • O fluido pré-ejaculatório pode conter alguns espermatozoides do sexo anterior, mas as chances de engravidar com ele são mínimas.
  • Se, por acidente, a ejaculação ocorrer em áreas próximas à vagina, é bem raro a fecundação acontecer. Mas, para não correr risco, use preservativos.