GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O que é o “napo” do “guardanapo”?

Apesar de ser visto como uma palavra composta, "guardanapo" é um termo estrangeiro

PERGUNTA Davi Sopchaki, Rio Branco, AC

ILUSTRA Paula Bustamante

Na prática, nada. Apesar de ser visto como uma palavra composta, “guardanapo” é um termo estrangeiro. Ele foi registrado no português em 1536, ainda como “gardanapo” (sem o “u”). Foi incorporado do francês “garde-nappe”, em que “garde” significa guarda/proteção e “nappe” deriva do latim mappa (pano usado em apresentações circenses).

Veja também

Acredita-se que a origem histórica de “garde-nappe” venha do século 18, época em que o termo nomeava um pano grosso, bem similar ao jogo americano que temos hoje. Ou seja, ele foi incorporado à nossa língua para designar algo que, embora esteja relacionado à refeição, nem sequer é o mesmo objeto!

Em tempo: o guardanapo surgiu no Império Romano, quando era chamado de sudarium e servia para enxugar o rosto. Ele era ostentado como artigo de classe pelos monarcas da Idade Média e do Renascimento.

CONSULTORIA Marcello de Oliveira Pinto, professor adjunto de letras da UERJ