Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Por que o nome de alguns santos começa com “São”?

Por que Santo Antônio e São João recebem "epítetos" diferentes?

Por Nathália Braga
Atualizado em 22 fev 2024, 10h49 - Publicado em 25 out 2011, 18h36

Por uma questão de sonoridade na pronúncia. Os portugueses foram os responsáveis por criar essa abreviação de “santo”, e a invenção acabou sendo exportada para cá quando o catolicismo chegou em nossas terras, no século 16, trazido pelos jesuítas.

“O português de Portugal tem a tendência de pronunciar as palavras juntas, o que depois acaba se refletindo na grafia”, explica o padre Valeriano dos Santos Costa, diretor de Faculdade de Teologia da PUC-SP.

O uso segue uma regra: nomes que começam com consoante recebem “são” (são Paulo, são Pedro) e nomes iniciados com vogal ficam com “santo” (santo Agostinho, santo Antônio). A contração é oficial e reconhecida pela Igreja Católica. Gramaticalmente falando, a regra evita a cacofonia – ou você acha que ficaria bonito sair por aí falando “santo João” ou “são André”?RelacionadasHistóriaA história de 6 santos modernosHistóriaOs primeiros santos da história

Fontes Jung Mo Sung, teólogo e doutor em ciências da religião, e Matthias Grenzer, coordenador do mestrado em Teologia da PUC-SP

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.