GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como parar de fumar

Cansou da falta de fôlego – e do cheiro de fumaça? Sim? Então aqui dicas preciosas na jornada para se despedir do cigarro

 (Sattu/Superinteressante)

 

1. Peça ajuda

Nem sempre força de vontade é o suficiente para largar o fumo. Procure um médico. Ele pode indicar medicamentos e grupos de terapia cognitiva. Os remédios diminuem a ansiedade e o prazer causado pela nicotina. Já os grupos apresentam bons resultados em 90% dos casos, porque ensinam a reformular hábitos ligados ao tabagismo.

 

2. Engane o corpo

Use produtos de reposição de nicotina, como chicletes e adesivos. Eles aliviam a abstinência e não causam dependência porque têm baixos níveis do químico. Mas não fume e os use ao mesmo tempo: pode fazer mal!

 

3. Pense em outra coisa

Mude hábitos que reforçam o vício. Quando bater aquela vontade louca de dar umas baforadas, chupe uma bala, escove os dentes ou tome um banho gelado. Esses picos de vontade costumam durar 5 minutos – se você resistir a eles, conseguiu o mais difícil.

 

4. Faça uma lista

Não pare de fumar em um dia agitado. No dia D, faça algo divertido e relaxante. Escreva uma lista com todos os motivos que o levaram a parar de fumar e deixe-a à vista. Leia-a sempre que quiser um trago.

 

5. Devagar se vai longe

Se você fuma 10 cigarros por dia, fume 9 no 2º dia, 8 no 3º etc. Se você começa a fumar às 9h, tente começar cada dia uma hora mais tarde. Mas atenção: isso não deve levar mais que duas semanas.

 

6. Avise a família

Não esconda de amigos e familiares que você resolveu dizer adeus ao cigarro. Peça que não fumem perto de você ou dentro de casa. Livre-se de isqueiros e cinzeiros.

Fontes: Ciro Kirchenchtejn, coordenador do Centro de Tratamento de Tabagismo (HelpFumo); Sabrina Presman, coordenadora de Controle de Tabagismo da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro; e Sílvia Cury Ismael, coordenadora do Comitê Antitabaco da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC).