Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Intervalo pequeno entre gestações aumenta o risco de parto prematuro

Uma segunda gravidez em um intervalo menor do que 12 meses também aumenta o risco de morte da mãe.

Por Ingrid Luisa
29 out 2018, 19h32

A idade média com que as mulheres têm o primeiro filho vem aumentando. Na França, é de 29 anos. Na Itália, 31. No Brasil, em 2005, apenas 13% das mulheres tinham filhos entre 30 e 35 anos. Agora, o número já supera os 20%. E esse “atraso” do primogênito acaba levando as mulheres que desejam mais de um filho a terem gestações cada vez mais próximas. A novidade é que isso pode causar problemas.

Segundo um estudo feito por pesquisadores da Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá, um dos maiores riscos do pequeno intervalo de tempo entre as gestações é a segunda criança nascer prematura – o que pode acarretar em uma série de complicações de ordem respiratória, cardíaca e até neurológica. A pesquisa, que envolveu cerca de 150.000 mulheres grávidas no Canadá, chegou a conclusão de que o intervalo mínimo seguro entre partos é de de 12 a 18 meses — ou seja, um ano a um ano e meio de distância entre as crianças.

Apesar de gestações próximas serem mais comuns em mulheres mais velhas, a pesquisa analisou grávidas com diferentes faixas etárias, para conseguir resultados mais amplos. Entre as mulheres mais jovens, com idades de 20 a 34 anos, a pesquisa encontrou um riscos de prematuridade na segunda gestação de 8,5%, o que é mais que o dobro do risco normal para gestações mais distantes, de 3,7%. Mas, os resultados não mostraram problemas diretos para as mães que deram a luz em um intervalo menor do que um ano após a primeira gravidez.

Já as grávidas com 35 anos ou mais apresentaram 6% de risco de terem bebês prematuros na segunda gravidez – taxa menor do que a das mulheres mais jovens (8,5%). Mas, a situação delas vem com um agravante: o risco de morte ou complicações sérias no parto chega a 1,2% se a distância entre as gestações for menor que 12 meses. Enquanto isso, se a mulher esperar 18 meses para ter outro filho, esse risco cai para 0,5%. Ou seja: esperar um pouco mais é quase 3 vezes mais seguro para as mamães.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.