GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Qual é a diferença entre adrenalina e endorfina?

Uma é da caça; a outra, do caçador

André Bernardo

ADRENALINA
O que é? – Hormônio produzido nas glândulas suprarrenais.
Quando age? – Em situações de estresse, como ameaça de demissão ou salto de paraquedas, e de alerta, como ser pego por um assaltante ou ter sua maratona olímpica interrompida por um padre irlandês (ver foto ao lado).
Qual seu efeito? – Aumento da frequência cardíaca, tonificação muscular (para lutar ou fugir) e dilatação das pupilas (para avaliar o tamanho da roubada).
Vicia? – Não. Os “viciados em adrenalina” são, na verdade, dependentes psicológicos da sensação de perigo. E o corpo colabora: as descargas de adrenalina tendem a aumentar com a frequência.
Faz mal? – A longo prazo, pode causar até diabetes e hipertensão em quem tem predisposição a essas doenças.

ENDORFINA
O que é? – Neurotransmissor, produzido na glândula hipófise, na base do cérebro.
Quando age? – Em situações que despertam relaxamento ou bem-estar, como fazer sexo, devorar um pote de sorvete, praticar exercícios ou realizar tarefas árduas, como furar a segurança da Olimpíada e abalroar um maratonista brasileiro (ver foto ao lado).
Qual seu efeito? – Euforia e prazer. Quando não são atacados por fanáticos religiosos irlandeses, corredores costumam experimentar o runner’s high (“barato da corrida”).
Vicia? – É possível que sim. Segundo especialistas, a irritabilidade comum aos atletas após muito tempo sem exercícios é sintoma da abstinência de endorfina.
Faz mal? – O que pode causar danos à saúde é a tentativa de liberar mais endorfina e exagerar nos exercícios.

Fontes Ana Maria Rossi, presidente da International Stress Management Association; Daniel Kopiler, cardiologista do Instituto Nacional de Cardiologia; Hanna Karen Antunes, psicobiologista da Unifesp.