GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Tabaco para curar o câncer

Ele não é só fumo, nicotina e morte; graças à engenharia genética, também pode ajudar a salvar vidas

Texto Cíntia Bertolino

O fumo mata 5,4 milhões de pessoas por ano. Mas e se, em vez de provocar câncer, o tabaco fizesse exatamente o contrário: ajudasse a acabar com os tumores? É isso que um grupo de cientistas americanos está prestes a fazer: eles descobriram que o vírus TMV, que ataca a planta do tabaco, pode ser modificado geneticamente para combater o câncer em seres humanos.

A idéia é inserir remédios anticâncer dentro do vírus, que então seria injetado no sangue do paciente. Ele passearia por dentro do corpo e só soltaria as drogas quando encontrasse um tumor. Mas por que o vírus do tabaco? Primeiro, porque ele é oco: tem bastante espaço para moléculas de remédio. “É quase como se o vírus fosse uma microsseringa”, explica o biólogo William Bentley, da Universidade de Maryland. Além disso, o bichinho age com precisão. Isso porque as células cancerosas têm peptídeos (um tipo de molécula) específicos, diferentes dos peptídeos normais. Os cientistas descobriram que, se você grudar um desses peptídeos cancerosos no vírus do tabaco, o vírus só consegue se conectar às células doentes – deixando intocadas as células saudáveis. Traduzindo: ao contrário das atuais terapias anticâncer, o tratamento à base de tabaco não teria efeitos colaterais . A pesquisa está em fase inicial, e o tratamento ainda não foi testado, mas os cientistas estão animados. Segundo eles, o vírus é inofensivo para as pessoas – parte da população, inclusive, já tem pequenas quantidades dele no organismo (pelo contato com cigarros). O único porém é que, com o tempo, o sistema imunológico humano poderia criar resistência ao TMV, acabando com a eficiência do tratamento. Mas, mesmo se isso acontecer, o tabaco do bem não vai perder seu lugar na medicina: a empresa americana Targacept está desenvolvendo tratamentos à base de nicotina para combater a hipertensão e vários tipos de doença mental. Só não vale fumar.

Veja como o processo funciona

A idéia é extrair um vírus do tabaco e usá-lo como arma antitumores

1. PREPARAR

Os cientistas fazem um pequeno furo na estrutura do vírus TMV.

2. CARREGAR

O interior do vírus, que é oco, é preenchido com drogas anticâncer.

3. FOGO!

O vírus é injetado no organismo do doente. Ele percorre o corpo e só libera as drogas quando encontra células cancerosas.