Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Varíola dos macacos: Brasil confirma primeiro caso da doença no país

O paciente, que está isolado em um hospital de São Paulo, tinha viajado recentemente à Espanha. Há pelo menos sete casos suspeitos no país.

Por Leo Caparroz Atualizado em 8 jun 2022, 17h34 - Publicado em 8 jun 2022, 17h26

Nesta quarta (08), a Prefeitura de São Paulo confirmou o primeiro caso de varíola dos macacos no Brasil. O paciente tem 41 anos e estava em viagem à Espanha. Atualmente, está sob isolamento no Hospital Emílio Ribas, na zona oeste da cidade. O seu estado de saúde não foi detalhado.

A Prefeitura também monitora um caso suspeito. O prefeito Ricardo Nunes (MDB) disse que a paciente, uma mulher de 26 anos, está estável e passa bem. Pessoas próximas a ela, que não tem histórico recente de viagem ou contato conhecido com pessoas infectadas, também estão sendo acompanhadas.

Até esta quarta (08), o Brasil registrou sete casos suspeitos em seis estados: Santa Catarina, Rondônia, Ceará, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Rio Grande do Sul. Segundo informe da Secretaria de Vigilância em Saúde, os pacientes estão em recuperação e sendo monitorados pelas equipes de vigilância: “A investigação dos casos está em andamento e as coletas para análise laboratorial já foram realizadas. Os resultados são aguardados.”.

Sobre a doença

A varíola dos macacos é causada pelo vírus MPXV, descoberto em macacos na década de 1950. A primeira infecção em humanos aconteceu em 1970, na África. O principal meio de contaminação é pelo contato com as bolhas que se formam na pele do infectado, ou com objetos por ele utilizados – como lençóis e toalhas. Também há suspeita de transmissão sexual ou em grupos específicos.

Continua após a publicidade

A doença é considerada endêmica em partes da África. Por lá, o número de casos aumenta e diminui constantemente. Até o dia 2 de junho, a Organização Mundial da Saúde (OMS) havia registrado 780 casos confirmados em 27 países em que a doença não é endêmica – com maioria dos casos concentrados na Europa.

Entre os sintomas iniciais estão: febre, dor de cabeça, dores musculares e nas costas, gânglios (linfonodos) inchados, calafrios e exaustão. Depois de alguns dias, começam a surgir feridas pelo corpo, principalmente nas mãos, rosto, boca e na região genital.

Atualmente, a OMS considera a varíola dos macacos como um “risco moderado à saúde pública”, pois é a primeira vez que tantos casos foram identificados em países não endêmicos.

Compartilhe essa matéria via:
Continua após a publicidade

Publicidade
Saúde
Varíola dos macacos: Brasil confirma primeiro caso da doença no país
O paciente, que está isolado em um hospital de São Paulo, tinha viajado recentemente à Espanha. Há pelo menos sete casos suspeitos no país.

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

Publicidade