GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como é percorrido o Caminho de Santiago de Compostela?

Conheça os roteiros e saiba o que levar na mala para a peregrinação.

Compostela, na Espanha, virou um centro de peregrinação após um camponês chamado Pelayo alegar ter encontrado a sepultura do apóstolo Tiago, no século 9. O santo morreu decapitado por Herodes em Jerusalém, mas, segundo a lenda, seus restos mortais foram levados por anjos em um barco de pedra de volta à Espanha, onde havia espalhado a palavra de Jesus.

Não há um único jeito de chegar a Santiago de Compostela, e sim várias rotas, que somam cerca de 2.000 km. O peregrino escolhe a que quiser – inclusive onde deseja começá-la ou terminá-la. Cerca de 70% prefere utilizar o Caminho Francês, que conta com uma excelente infraestrutura de apoio. Pode ser percorrido a pé, a cavalo ou de bicicleta.

 (Hannah Cardoso/Mundo Estranho)

O Caminho Português é o segundo trajeto mais popular – opção de 13% dos visitantes. Com apenas 230 km, pode ser feito entre sete e 11 dias (o Francês exige entre 28 e 35). Além disso, é um dos mais planos. Uma terceira opção, mais puxada, é o Caminho do Norte: mais longo, com infraestrutura mais simples e algumas subidas e descidas.

Todas as rotas são sinalizadas e com muitos albergues, mas, nos meses de verão, é bom reservar hospedagem com antecedência. Também há muitos lugares onde comer – e se você informar que é peregrino pode ganhar desconto ou vantagens. Outra opção para economizar é você mesmo cozinhar e preparar lanches. Nesse caso, o gasto diário fica em torno de 15 euros.

Para encarar várias horas andando, a mochila deve ser básica. Escolha um modelo de, no máximo, 50 litros, e leve só o essencial. O peso total não deve ultrapassar 10% do peso do seu corpo. Mesmo assim, ela deve ter alças para amarrar na cintura e no peito, que aliviam as costas. Ah! E lembre-se de “amaciar” o tênis antes de partir. Nada de testar um par novo!

Pelo caminho

O que leva as pessoas a encarar esse desafio? Aventura, belas paisagens, vilarejos convidativos… Mas a maioria é motivada pela espiritualidade e pela reflexão. Andar por dias, geralmente sozinho e desafiando os limites do corpo, pode levar a um profundo autoconhecimento. Alguns ainda realizam voto de silêncio ou aproveitam o sacrifício para pagar promessas.

No destino final fica a impressionante Catedral de Santiago. Nos domingos, sua missa de meio-dia dá boas-vindas aos peregrinos e inclui o rito do botafumeiro: um grande incensário de prata que percorre, em movimento pendular, a lateral do altar maior. Outras atrações turísticas da cidade são o centro histórico e a Universidade de Compostela.

Esticadinha

Após Compostela, alguns fazem “hora extra”: vão a Finisterra, a 90 km. Essa cidade no litoral é o ponto mais ao leste da Europa (daí a origem latina de seu nome: “Fim do Mundo”). No farol que tem lá, peregrinos queimam os pertences usados na caminhada como forma de purificação. Outra tradição é assistir ao pôr do sol: um final incrível para a longa jornada.

Kit completo

O que você não pode deixar de levar:

 (Hannah Cardoso/Mundo Estranho)

1. Boné

2. Óculos de sol

3. Saco de dormir

Vá preparado para qualquer tipo de albergue.

4. Bastão de caminhada

Pode ser útil em subidas e descidas, mas não é essencial. Dá para comprar ao longo do caminho.

5. Higiene pessoal

Escova de dentes, pasta, sabonete, papel higiênico e um talco para o chulé.

6. Roupas básicas

A quantidade varia de acordo com o número de dias da caminhada. Dependendo da época do ano, leve um casaco.

7. Canivete

8. Primeiros socorros

Incluindo kits para dor muscular e bolhas, muitas bolhas.

9. Garrafinha de água

Fique tranquilo: é seguro reabastecê-la nos bebedouros pelo caminho.

10. Protetor solar

11. Capa de chuva

No verão, o tempo é seco. Mas no resto do ano chove bastante na região.

12. Calçados

Tênis, botas, e meias específicos para caminhadas. De preferência, impermeáveis.

Fontes: Site Oficina de Acogida al Peregrino e blog Diários de Compostela; Henrique Mol, diretor da agência e site Encontre Sua Viagem, e Marco Aurélio Piacesi, peregrino.