Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Como mudar de casa sem perrengues?

Caixas reforçadas. Planta do imóvel. Kit de sobrevivência. Veja o que você precisa saber para uma mudança sem dor de cabeça.

Por Rafael Battaglia
Atualizado em 18 abr 2022, 13h56 - Publicado em 13 abr 2022, 18h42

1 – Prepare-se

Ilustração de um molusco com casca assinalando uma lista de tarefas.
(Giovanna Favetta/Superinteressante)

Avise os dois condomínios (o do qual você está saindo e o novo) e descubra as regras de mudança de cada um, como horários permitidos e se o elevador vai precisar de proteção. Meça com antecedência os móveis e veja se caberão no elevador e na casa nova (se necessário, desmonte os maiores). Faça uma vistoria na futura residência, dos registros ao estado da fiação. 

2 – Hora de encaixotar

Ilustração de um molusco com casca em cima de várias caixas escrito
(Giovanna Favetta/Superinteressante)

Caixas muito pesadas são péssimas de carregar. Coloque itens pesados até a metade e preencha a outra parte com coisas leves (roupas, lençóis). Livros podem ir em caixas pequenas (as book boxes), que facilitam o transporte.

Continua após a publicidade

É importante encher as caixas para que o papelão não afunde depois. Reforce o fundo de todas elas com fita adesiva e crie etiquetas para facilitar o desembrulho (uma cor para cada cômodo, por exemplo). 

3 – Kit de sobrevivência

Ilustração de um molusco com casca segurando uma maleta e uma vassoura, com itens de limpeza ao lado.
(Giovanna Favetta/Superinteressante)

Faça uma mala com itens essenciais (trocas de roupa, toalha, nécessaire, água, lençol), como se fosse viajar. Assim você não precisará abrir todas as caixas em busca da sua escova de dentes ou do seu pijama. Monte também um kit de limpeza e faça uma faxina na casa nova antes de receber caixas e móveis. 

Continua após a publicidade

4 – No dia da mudança…

Ilustração de um molusco fora do casco e dentro de uma casa, segurando uma caneca de café. Ao lado, há uma caixa de correspondências.
(Giovanna Favetta/Superinteressante)

Pense bem antes de contratar um caminhão: às vezes, tudo pode caber em uma caminhonete – e sai mais em conta. Se não quiser ter enxaqueca com isso, há empresas que, além do transporte, embrulham sua louça, protegem cada taça com plástico-bolha… Por fim, desfaça as caixas aos poucos – e por cômodos. Siga a ordem dos essenciais: banheiro, quarto, cozinha e, por último, a sala.

Saiba mais

Antídotos para dor de cabeça

Continua após a publicidade
  • Vai usar plástico-bolha? Envolva toda a superfície dos objetos com as bolhas viradas para fora e prenda tudo com um pedaço de fita adesiva.
  • Preencha os espaços vazios das caixas com papel amassado. Isso reforça a proteção e evita que os objetos balancem.
  • Peça ao novo condomínio a planta do imóvel. Ela contém todas as medidas da residência, além de informar quais são as paredes de sustentação e por onde passam a fiação e o encanamento. Ninguém merece pendurar um quadro e ganhar um vazamento de brinde.
  • O cabo de internet não passa do hall social para o seu apê? Não se desespere: contrate uma empresa especializada em desobstruir conduítes (nome técnico para “abrir espaço no buraco para o fio”).
Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.