Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Qual é a função do ministério da Casa Civil?

Quem comanda essa pasta costuma ser o braço direito do presidente. Entenda o seu trabalho.

Por Luisa Costa
13 dez 2022, 18h10

Começaram na última semana os anúncios dos novos ministros que participarão do mandato do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva. Neste domingo (18), Lula deve se reunir com Rui Costa (PT), atual governador da Bahia, para discutir detalhes sobre a composição dos ministérios.

Acredita-se que o futuro governo terá 35 pastas – em comparação, a gestão atual tem 23. Costa vai comandar uma delas: o ministério da Casa Civil. Mas, afinal: o que isso significa?

O nome ”Casa Civil” não é tão óbvio quanto “Saúde”, “Defesa” ou “Educação”. Então vamos lá: o ministro da Casa Civil é o braço direito do presidente. É um trabalho bem próximo – literalmente, inclusive: a pasta fica no Palácio do Planalto, onde divide espaço com o Gabinete Presidencial, junto à Secretaria Geral e ao Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República.

O ministro da Casa Civil ajuda o presidente a desempenhar suas atribuições. É um cargo de perfil administrativo: nos próximos quatro anos, Rui Costa deverá ficar de olho nos órgãos e entidades da administração pública federal, avaliando e monitorando seu trabalho. 

Continua após a publicidade

Além disso, tem a tarefa de articular políticas públicas para executar obras de infraestrutura estratégicas. O ministério conta com um gabinete, assessoria especial e quatro secretarias.

O ministro da Casa Civil também atua na gestão de todos os outros ministérios, coordenando e acompanhando suas atividades. Ele é uma figura central para a integração e o monitoramento das ações governamentais – e, por isso, participa das principais discussões que acontecem no poder executivo federal.

Continua após a publicidade

Nos mandatos anteriores de Lula, quem primeiro chefiou a Casa Civil foi José Dirceu. Depois foi Dilma Rousseff: ela ficou à frente da pasta de 2005 a 2010, quando saiu do governo para concorrer à presidência. 

Neste terceiro mandato de Lula, seguindo a tradição, Rui Costa provavelmente será ouvido antes de decisões importantes do governo. Mas ele não será responsável por verificar previamente a constitucionalidade e legalidade das ações presidenciais – essa era uma atribuição do ministro que passou para a Secretaria Geral em 2019.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.