Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

A rede social que quer derrotar o Facebook pagando você

O tsū ameaça o império do Facebook oferecendo uma vantagem simples e óbvia: recompensar os usuários pelos conteúdos que eles geram

Por Tiago Jokura
Atualizado em 31 out 2016, 18h59 - Publicado em 27 out 2015, 18h15

Imagine quantos likes e cutucadas você já distribuiu Facebook afora. Quantas pessosa você convidou para a rede. Quantas postagens suas geraram centenas, talvez milhares de comentários e outro tanto de compartilhamentos. Quantos vídeos você visualizou, em quantos links você clicou e quanto conteúdo você ajudou a virar viral… Agora pense em como o Facebook faturou com tudo isso e como lhe agradeceu: zero, nem uma curtidinha sequer (isso considerando que você não tenha desembolsado para ter mais likes).

Mas esse jogo pode virar. Uma rede social emergente, com apenas 4,5 milhões de usuários – quase nada perto dos 1,5 bilhões no Facebook -, promete uma vantagem simples que o Face não dá: recompensar os usuários pelos conteúdos que eles geram. E sim, com dinheiro – que pode ser doado para caridade com apenas um clique se o usuário preferir. 

Trata-se da Tsu, autoproclamada como uma “rede social consciente”. Se nunca ouviu falar é só clicar aqui para se cadastrar. Em resumo, a relação comercial entre o Tsu e o usuário é a seguinte: o Tsu fatura 10% do que arrecadar com anúncios publicitários e os outros 90% são divididos com os usuários. O negócio é tão tentador que nos primeiros 6 meses da rede, 3,5 milhões de pesssoas se cadastraram – crescimento maior do que apresentaram Facebook e Twitter nos seus primórdios. 

Para seduzir mais gente, o Tsu ainda joga outras vantagens na cara do Facebook:

Continua após a publicidade

– As postagens não aparecem apenas para uma fração dos seus seguidores, mas para todos (ou seja, não é preciso pagar para aumentar o alcance de um post);

– Empresas poderão usar seus seguidores para financiar uma instituição de caridade, já que o site doa automaticamente 5% do que é gerado em um grupo;

– O sistema de busca funciona, evitando rolagens infinitas (e muitas vezes improdutivas) à procura de um conteúdo antigo;

Continua após a publicidade

– O Tsu não compartilhará dados sobre os usuários e seus hábitos para outras empresas e instituições.

E parece que o Facebook está com medo desse discurso bonito e aparentemente vantajoso para todos: há denúncias de postagens apagadas por mencionar o Tsu, incluindo todas as menções feitas à nova rede social no perfil do rapper 50 Cent, que tem 38 milhões de seguidores. Também foram reportadas dificuldades para postar links do Tsu dentro do Facebook (alguns usuários receberam alertas de que o link a ser postado não seria seguro). O Face, por sua vez, nega estar boicotando a rede “rival” (o que vamos conferir assim que mencionarmos esta nota sobre a “concorrência” em nosso perfil).

Enquanto a briga não esquenta pra valer, vem com a SUPER pro Tsu.
 

Continua após a publicidade

Leia também:
A origem do botão “curtir” do Facebook
Facebook anuncia que terá a opção Não Curti; veja como irá funcionar​
O que a internet esconde de você?

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.