GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Chuvas e trovoadas pela Internet

Foi-se o tempo em que só dava para ver se estava chovendo, olhando pela janela. Hoje basta entrar na Internet para descobrir os focos de chuva em cada região do Brasil, e determinar qual é a sua força. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em São José dos Campos, Estado de São Paulo. O Inpe cria mapas das cinco regiões, dando o volume da água que está caindo no momento exato da consulta. A coleta de dados é feita por satélites da Nasa que emitem luz infravermelha. A luz bate nas nuvens, avalia a temperatura delas e depois volta para o satélite. Um programa de computador, em terra, traduz os dados e mostra o índice pluviométrico, que é passado imediatamente para a Internet. “Dá para saber a quantidade exata de chuva que cai em uma região, a cada minuto”, explica o físico Nelson Ferreira, do Inpe, responsável pelo projeto. Segundo ele, é possível, assim, prever enchentes e tomar as medidas necessárias. “As cooperativas agrícolas podem, ainda, usar programas de computador para dar animação.” Como as imagens são atualizadas muito rapidamente, é possível descobrir, assim, para onde a chuva está se dirigindo. O endereço do Inpe na Internet é http://condor.dsa.inpe.br