Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Conheça “The Line”, a futura cidade saudita em forma de edifício, com 170 km de extensão

A ideia é construir uma espécie de arranha-céu extremamente comprido, que promete usar energia limpa no meio do deserto.

Por Leo Caparroz
Atualizado em 2 nov 2022, 22h31 - Publicado em 6 out 2022, 08h49

O governo da Arábia Saudita quer construir uma megalópole do zero. O projeto da futura Neom, com porte para ser um pequeno país, inclui aeroportos, uma cidade industrial, 6.500 hectares de plantações e o primeiro grande parque de esqui da Península Arábica.

Mas a estrutura mais grandiosa do projeto é, sem dúvida, “The Line” (A Linha, em inglês). A ideia é que seja uma longa e estreita cidade, composta por dois gigantescos arranha-céus paralelos, com 200 metros de largura, 500 metros de altura e 170 quilômetros de comprimento. Ela será 100 metros mais alta que o Empire State e cruzará o território de Neom, próximo ao Mar Vermelho, no noroeste do país:

Mapa ilustrativo indicando a localização da The Line
Pertinho do canal de Suez, do Golfo de Ácaba e do Mar Vermelho, The Line estará próxima de uma das principais rotas comerciais do mundo. (Peter Hermes Furian/Shutterstock/Howstuffworks/Reprodução)

O objetivo por trás de The Line é reduzir ao máximo o espaço ocupado por uma cidade. A página oficial dela no Twitter a compara à capital da Coreia do Sul, Seul. Enquanto os quase 10 milhões de habitantes da cidade sul coreana ocupam mais de 600 km², a estimativa para The Line é que 9 milhões de pessoas caibam nos 34 km² do megaedifício.


Se finalizada de acordo com os projetos, que começaram em 2021, ela vai possibilitar que os moradores tenham acesso a todas as suas necessidades básicas com apenas caminhadas curtas: em cinco minutos você chegaria a mercados, áreas de lazer ou estruturas de saúde. Eles prometem que viajar de uma ponta a outra da cidade levaria apenas 20 minutos em trens de alta velocidade, que não emitiriam carbono. Nem haveria carros no lugar.

Frame de vídeo explicativo que exibe esquemas 3D para compreensao de como a
Esse tipo de arquitetura vertical tem a vantagem de economizar espaço. (NEOM/Divulgação)

A cidade também teria energia e água de forma 100% renovável. A água, aliás, viria da dessalinização do Mar Vermelho. Eles afirmam que o “ambiente será cuidadosamente criado para permitir um equilíbrio entre luz solar, sombra, e ventilação natural” a fim de manter um clima agradável durante todo o ano. Eles também planejam tornar áreas verdes uma parte essencial do lugar para, além de melhorar o ar da região, proporcionar mais conforto para quem mora ou passeia por The Line.


“Neom será um lugar para todas as pessoas de todo o mundo deixarem sua marca de maneiras criativas e inovadoras. Neom continua sendo um de nossos projetos mais importantes, e nosso compromisso de entregar The Line em nome da nação permanece resoluto”, atesta o príncipe saudita Mohammed bin Salman.

Prazos da construção ou detalhes mais específicos do projeto ainda não foram divulgados; mas estimam que a primeira parte de The Line seja concluída em 2030.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.