GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Engenharia genética planta anticorpos

Cientistas americanos tentam transformar plantas em verdadeiras usinas de anticorpos monoclonais, com experiências genéticas de células doentes das plantas injetadas em ratos.

Cientistas americanos estão tentando transformar plantas em verdadeiras usinas de anticorpos monoclonais – as proteínas criadas pela Engenharia Genética que, feito mísseis teleguiados, destroem os alvos doentes no organismo, como células cancerosas. Para fabricar os anticorpos, os cientistas injetam a célula doente em ratos, sendo porém necessárias muitas cobaias para se extrair a dose de anticorpos suficiente para um tratamento. Em plantas, seria possível a produção em massa. Da seguinte maneira: as proteínas obtidas dos ratos, em vez de serem usadas imediatamente, são implantadas em bactérias, cujo gene, por sua vez, é implantado em vegetais. Por enquanto, os pesquisadores só conseguiram que as plantas produzissem metades separadas das moléculas de anticorpos. A esperança é que a Engenharia Genética consiga unir as duas metades numa próxima geração de plantas para então a Medicina colher seus preciosos anticorpos.