GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Por dentro da realidade virtual

Rafael Kenski

Nenhum aparelho de realidade virtual inventado até agora conseguiu tornar realmente interessante esse incrível campo da tecnologia digital. Quem se sente à vontade tendo um enorme capacete sobre a cabeça? Ou passeando tranqüilamente no universo projetado dentro do capacete ao saber que a qualquer momento pode bater em uma parede real, concretíssima? Nem tudo está perdido, porém. Esses problemas poderão simplesmente desaparecer dentro da Cybersphere. Trata-se de uma bola translúcida, oca, em cujas paredes são projetadas imagens de um ambiente programado por computador. O usuário, no interior da esfera, está o tempo todo imerso em outro mundo (ele pode caminhar para qualquer lado indefinidamente, como mostra a ilustração). No futuro, poderá até contrabandear-se para dentro de um filme – como 2001, Uma Odisséia No Espaço. A máquina resultou de pesquisa conjunta da empresa britânica VR Systems e a Universidade de Warwick, Inglaterra. “Esperamos colocá-la no mercado dentro de dois anos”, afirma Julian Eyre, fundador da VR Systems e principal engenheiro do projeto.