Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Raios tropicais mais potentes

Cientistas descobrem que os raios gerados mais próximo dos trópicos têm o dobro da potência dos raios das latitudes mais altas.

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h50 - Publicado em 31 mar 1990, 22h00

Ao contrário do que os cientistas acreditavam, os relâmpagos gerados pelas nuvens de tempestade nas baixas latitudes – perto dos trópicos – têm quase o dobro de potência do que aqueles gerados nas latitudes mais altas. A razão é que nas regiões tropicais o calor e a umidade contribuem para a formação de nuvens de maior porte e, por isso, com capacidade maior de armazenar carga elétrica. “O que aparentemente parece óbvio, na verdade abre uma nova perspectiva de estudo”, assinala o físico Osmar Pinto Jr., do Instituto de Pesquisas Espaciais (INPE), em São José dos Campos. “Isso porque estaria na altitude da nuvem e não na resistência do ar o fator de armazenamento de cargas elétricas e a conseqüente potência do relâmpago”. Se essa descoberta se confirmar, estará elucidado um dos mistérios que as nuvens de tempestade ainda guardam (SUPERINTERESSANTE número 3. ano 4).

Publicidade