GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Site cria rostos perfeitamente reais usando inteligência artificial

Não dá mais para confiar nem em foto: nova tecnologia cria pessoas únicas, assim como faz a genética

Imagine a situação: você pede um carro por um aplicativo e vê esta imagem como foto do motorista:

 (thispersondoesnotexist/Reprodução)

Normal, né? Estaria tudo bem se esse homem existisse. Mas a verdade é que nenhuma pessoa no mundo tem esse rosto. A imagem foi gerada pelo site thispersondoesnotexist.com, que cria rostos inexistentes de diferentes idades, etnias e gêneros usando inteligência artificial. Ah! E tudo em HD.

Para ver o resultado é muito simples: basta acessar o site (ou apertar o link acima) que um rosto totalmente novo vai aparecer na sua tela. Quando você atualizar, aparecerá outro – para mim, por exemplo, apareceu este:

 (thispersondoesnotexist/Reprodução)

E não para por aí. Com a tecnologia desenvolvida por pesquisadores da Nvidia, empresa de tecnologia conhecida por seus gráficos de computadores impressionantes, dá para criar modelos de gatos, carros e até de design de quartos que você pode passar imediatamente para um arquiteto. Como os rostos são os mais impressionantes, foi esse recorte que o engenheiro de software Philip Wang escolheu quando criou o site. 

Para montar esses rostos (dignos de ficção científica – ou da genética humana), a base de tudo são as “Redes Geradoras Adversariais” (GAN – Generative Adversarial Networks), um conceito de machine learning que nasceu em 2014. O objetivo é criar amostras artificiais, como imagens, impossíveis de distinguir da realidade. No caso dos rostos, eles são feitos a partir de um conjunto de dados faciais disponíveis na web. Um dos maiores desafios é criar, de forma precisa, características específicas de cada pessoa, como formato de rosto, pose e até estilo de cabelo.

Na tecnologia da Nvidia, o software se chama StyleGAN. Ele gera a foto gradualmente, começando com uma resolução muito baixa até chegar a uma alta resolução. Ao modificar a produção de cada característica separadamente, ele controla tudo: de traços mais gerais, como pose e formato da face, a detalhes como formato de sobrancelha e linhas de expressão. No vídeo abaixo (em inglês), eles detalham mais essa fórmula: 

Mas, se até a genética falha, imagine a tecnologia. Em 1% dos casos, o software apresenta erros. No post do Facebook em que Wang apresenta o site, pessoas apontaram alguns rostos com erros. Este é um deles:

 (thispersondoesnotexist/Reprodução)

Há também falhas mais sutis, como a foto abaixo, em que o rosto de lado não condiz com os olhos posicionados para a frente:

 (thispersondoesnotexist/Reprodução)

Mesmo assim, a capacidade que a tecnologia tem de brincar com as características das pessoas é impressionante – e assustadora. Em breve, não vamos poder confiar nem em imagens.