Blogs

9 fails do Google Tradutor

26 de março de 2011

Ahhh, Google fanfarrão, sempre tirando uma com a nossa cara. Há Easter Eggs (ou “ovos de páscoa”, que é como são chamadas as brincadeiras e piadinhas escondidas) em vários dos seus produtos – Google Search, Google Maps/Earth, Gmail… Adivinhe qual será a resposta da calculadora do Google para a questão fundamental da Vida, o Universo e Tudo Mais. Provavelmente é esta que você está pensando, mesmo. Tente lá. Mas só funciona se você escrever em ingles: “the answer to the ultimate question of life, the universe, and everything”.

Lindo, né? Mas esta lista traz alguns dos melhores Easter Eggs de outro serviço, o Google Tradutor. Alguns nem foram de propósito e são bugs, mesmo. Muitos saem do ar rápido e pode ser que não estejam mais lá quando você for tentar. Mas fica aqui o registro. Se descobrir outros, conte pra gente.

1- Pokémon

Este é o Easter Egg mais comentado dos últimos dias. Digite “ä” 15 vezes (tem que ser 15 vezes. Não funciona com 14 nem com 13!) e mande o Google traduzir do alemão para o turco.

Como você é nerd, Google!

2- Lady Gaga

Há algum tempo, era possível traduzir “Lady Gaga” de vários idiomas para outros e obter “Britney Spears” como resultado. Não dá mais para fazer isso, mas está rolando outro bug. Digite “bad romance” (nome de uma música de Gaga) e traduza do inglês para o sérvio.

Agora copie o resultado e traduza de volta para o inglês e você terá o nome de outra música da cantora.

Na verdade, isso dá uma pista sobre o funcionamento desse mecanismo de tradução. O Google utiliza um processo chamado de “tradução automática estatística”, que procura padrões em milhares de páginas na internet para decidir qual a melhor. A empresa explica: “Ao detectar padrões em documentos que já foram traduzidos por tradutores humanos, o Google Tradutor pode fazer escolhas inteligentes e determinar qual é a tradução apropriada”. Britney Spears e Lady Gaga, ambas cantoras pop, muitas vezes aparecem juntas em sites. Isso pode acabar confundindo o tradutor, especialmente quando se trata de uma língua pouco falada (já que existem menos sites nesse idioma).

3- Oreo

Traduza “biscoito recheado” do português para o inglês e você terá outro exemplo do que falamos acima. Biscoito recheado em inglês é sandwich cookies. Mas Oreo é uma marca de biscoitos recheados, o que significa que essas palavras estão muitas vezes relacionadas e confundiram o pobre tradutor.

4-Estatisticamente insignificante

Se você escrever “statistically insignificant” e traduzir do inglês para o japonês, você terá a definição do google para a expressão.


5- Preguiça de traduzir números

Se você tentar traduzir “cento e quarenta e dois” ou algum outro número grande para o alemão, o danado do Google não irá traduzir por extenso e te dará simplesmente os algarismos. Isso acontece com outros idiomas, como árabe, islandês e até português. Mas no espanhol, basco e ucraniano, por exemplo, a tradução ocorre. Pô, Google! Deixa de preguiça!


6- Restart = Fresno

O Google não manja apenas de diva pop, botando Lady Gaga e Britney Spears no mesmo saco, mas também entende de bandas brasileiras. Até ontem, quando você traduzia “rockrestart” do inglês para o português, o resultado era “Nxzero”. E não é que faz sentido?


7-Tudo vira inglês

Peça para o Google traduzir “Deutsch” (“alemão”, em alemão) do sérvio para o alemão.


Até pouco tempo, quase todos os nomes de idiomas eram traduzidos “English”, mas esse bug está sendo consertado. Era por isso que, quando você digitava “é legal falar espanhol” e mandava traduzir do espanhol para o inglês, obtinha “legal é falar inglês”. Dava até medo.

8- O que acontece em Vegas…

Tente traduzir “quid pro quo” do latim para o inglês. Essa é uma expressão latina que significa “tomar uma coisa por outra” e é muitas vezes usada para se referir a uma troca de favores. Mas o Google traduziu isso para a primeira parte da expressão “O que acontece em Vegas, fica em Vegas”. Então tá, né.


9- Lixo essencial

Digite “LIXO” (tudo em maiúscula, mesmo) e peça para traduzir do português para o africâner.


Google conscientizando o pessoal de que aquilo que jogamos fora pode ser essencial para outros (?). Mas só funciona se a palavra estiver em letras minúsculas – caso contrário, a tradução será “vullis”. Mas encontramos ainda outra surpresa: ao clicar na palavra para obter traduções alternativas, o que descobrimos?

Google não curte Coldplay nem Madonna.

Comente!